Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
22/02/13 às 17h49 - Atualizado em 30/10/18 às 14h57

10 mil copos serão distribuídos em maternidades públicas

COMPARTILHAR

Objetivo é evitar mamadeira, que diminui tempo de amamentação

A partir desta sexta-feira (22), a Secretaria de Saúde do Distrito Federal (SES/DF) distribuirá dez mil copos para serem utilizados nos hospitais que tem banco de leite, por recém-nascidos que por algum motivo não podem receber o alimento diretamente do seio da mãe. De acordo com a coordenadora dos Bancos de Leite da SES, Miriam Santos, “é muito importante que a ingestão do leite materno seja feita por meio de copos, ao invés de mamadeiras. Antes de comprar esses copos específicos, a rede pública utilizava copinhos descartáveis”.

O uso de mamadeiras, assim como de chupetas, pode prejudicar a amamentação. O bico artificial interfere no aprendizado de sucção do recém-nascido, que pode desaprender a mamar e passar a recusar o seio precocemente. Segundo a Organização Mundial de Saúde e o Ministério da Saúde, o bebê deve consumir o leite materno até os dois anos ou mais, sendo, nos primeiros seis meses, o único alimento a ser ingerido.

Além de prejudicar a amamentação, mamadeiras e chupetas interferem negativamente no desenvolvimento orofacial – favorecendo a respiração bucal ao invés da nasal – e deixam os bebês mais suscetíveis a infecções orais.

Miriam Santos também ressalta que as chupetas muitas vezes são usadas para acalmar o bebê que está chorando. Mas a coordenadora alerta que o recém-nascido chora por vários motivos. “O bebê pode chorar por causa das fraldas molhadas ou sujas, do ambiente inadequado (com barulho ou luz forte), do tédio, da solidão, do cansaço, do calor ou frio, da cólica, da dor ou da fome, problemas que devem ser evitados ou resolvidos de outras formas, sem ser necessário utilizar a chupeta”, explica.

Há também alternativas para as mães que não podem, por qualquer motivo, amamentar o filho. Para elas é indicado o uso de copinhos, xícaras e até colheres.

Rafaela Marrocos