Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
6/04/15 às 17h53 - Atualizado em 30/10/18 às 15h12

15ª Conferência Nacional de Saúde será tema de programa ao vivo da Fiocruz

COMPARTILHAR

Novo formato do evento será discutido nesta terça-feira. Participação popular é destaque

BRASÍLIA (6/4/15) – O programa Sala de Convidados, produzido pela Fiocruz e disponível no site do Canal Saúde, vai discutir, ao vivo, nesta terça-feira (7), às 11h, a busca de um novo formato para a 15ª Conferência Nacional de Saúde, cuja etapa nacional acontecerá entre os dias 1 e 4 de dezembro, em Brasília.

O programa vai falar sobre o regimento da conferência, que este ano apresenta diversas novidades para ampliar a participação da população, como por exemplo, a realização das Plenárias Populares Regionais, que aconteceram antes das Plenárias Municipais e Estaduais.

O programa trará as discussões das Plenárias Populares Regionais, cujo processo culmina na realização da 19ª Plenária Nacional de Conselhos de Saúde, nos próximos dias 13 e 14, em Brasília. Um dos objetivos da Plenária Nacional é justamente fazer a síntese das análises e reflexões construídas nas Plenárias Regionais.

Estarão no estúdio para discutir o tema Geordeci Menezes de Souza, da Central Única dos Trabalhadores (CUT), representando o segmento dos usuários; Jurandi Frutuoso Silva, secretário executivo do Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass), pelo segmento dos gestores; e Ivone Evangelista Cabral, da Associação Brasileira de Enfermagem (ABEn), representando o segmento dos trabalhadores.

PROGRAMA – O “Sala de Convidados” é um programa idealizado para a participação do espectador. Perguntas e comentários podem ser enviados a qualquer momento durante o programa, pelo chat no site do Canal Saúde, ou por telefone, gratuitamente, pelo número 0800 701 8122. As perguntas também podem ser enviadas antecipadamente pelo e-mail canal@fiocruz.br ou pela fan page do Canal Saúde (facebook/canalsaudeoficial) em Fale com a Gente. O programa é transmitido online, pelo www.canalsaude.fiocruz.br