Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
19/10/13 às 11h17 - Atualizado em 30/10/18 às 15h08

Paciente assistida em casa pela Secretaria de Saúde recebe visita do governador

COMPARTILHAR

Atenção Domiciliar atende 92 moradores da cidade

O governador do Distrito Federal, Agnelo Queiroz, acompanhado do secretário de Saúde, Rafael Barbosa visitou nessa sexta-feira (18), a paciente Alaide Ana da Silva, de 79 anos, que é assistida pelo Núcleo Regional de Atenção Domiciliar (NRAD) de Samambaia.

Durante o encontro na residência da paciente, na QR 315 de Samambaia Sul, o governador parabenizou os profissionais que atuam no NRAD e destacou a assistência domiciliar como uma das prioridades do seu governo, visando encrementar as políticas de saúde com qualidade, humanização e economia para os serviços de saúde.

Alaide Silva é portadora de sequela de doença de Alzheimer, em fase avançada, associada a problemas provocados por complicações pós-operatórias de uma cirurgia para remoção de cabeça femoral direita, devido a fratura de colo de fêmur. A paciente também é hipertensa e diabética.

Há oito meses, Alaíde se encontra restrita ao leito. É totalmente dependente de terceiros para suas necessidades diárias como, higiene pessoal, alimentação e tem como cuidador o filho Anailson Felipe da Silva e duas cuidadoras que se revezam 24 horas.

Atualmente, 92 pacientes são atendidos semanalmente pelos membros da Equipe Multiprofissional de Atenção Domiciliar (Emad) sob a supervisão do NRAD de Samambaia. A população local é estimada em 200 mil habitantes.

O coordenador-geral de Saúde de Samambaia, Manoel Solange Fontes Teles, destaca a visita do governador como uma comprovação do trabalho que vem sendo desenvolvido na unidade de internação domiciliar. Para o coordenador, o paciente em assistência domiciliar tem mais conforto no atendimento por estar perto dos familiares sob os cuidados e supervisão do NRAD.

Como atua o NRAD
O Programa Melhor em Casa, criado pela presidente Dilma Rousseff, unificou todos programas de internação domiciliar ao normatizar por meio de portaria os serviços dos estados e municípios.

Brasília saiu na frente das demais unidades da federação ao disponibilizar o Serviço de Atendimento Médico Domiciliar (SAMD) em Sobradinho. Inicialmente, esse serviço, atendia a domicílio pacientes que faziam uso de oxigênio.

Segundo o médico da Saúde da Família e Comunidade, Carlos Eduardo Araújo Faiad, o serviço se espalhou pelo DF por meio do Programa de Internação Domiciliar (PID), com a implantação do Núcleo Regional da Atenção Domiciliar (NRAD) em cada regional.

A chefe do NRAD de Samambaia, enfermeira Fernanda Zamriolli de Araújo, relata que o serviço na região administrativa conta com uma equipe multidisciplinar composta de médico, enfermeiro, fisioterapeuta e técnico de enfermagem.

A Equipe Multiprofissional de Atenção Domiciliar mais as Equipe Multiprofissional de Apoio (Emap) é composta de nutricionista, terapeuta ocupacional, assistente social e psicólogo, que dão suporte a domicílio.

De acordo com o médico Carlos Faiad, os membros do EMAD desenvolvem atividades como curativos, fisioterapia, medicação, diagnostico, exames de imagem, coleta de sangue, urina e encaminham para hospital, além de orientar o cuidador no empréstimo de materiais (cama hospitalar, aspirador, nebulizador, suporte de soro e outros).

Para o fisioterapeuta Evandro Claudio de Sá, “o atendimento domiciliar cria vínculos familiares com o paciente, cuidador e o profissional de saúde”.
O cuidador além de cuidar do paciente participa de reuniões com a equipe do NRAD do Hospital de Samambaia.

Júlio Duarte