Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
18/07/17 às 16h53 - Atualizado em 30/10/18 às 15h18

Brasília sedia primeiro encontro regional do projeto Paciente Seguro

COMPARTILHAR

Instituição do Mato Grosso do Sul também participará do evento

BRASÍLIA (18/7/17) – Nos dias 20 e 21 de julho, Brasília recebe a primeira das cinco oficinas regionais do Projeto Paciente Seguro que serão realizadas pelo Brasil. O encontro acontece no Hospital Regional da Asa Norte (Hran) e contará com a participação do Hospital Universitário da Grande Dourados, do Mato Grosso do Sul.

O Hran é uma das 15 instituições escolhidas pelo Ministério da Saúde para fazer parte desta iniciativa. Criado para evitar eventos adversos – termo que designa complicações indesejadas decorrentes de procedimentos incorretos em pacientes –, é coordenado nacionalmente pelo Hospital Moinhos de Vento em parceria com o Ministério da Saúde, por meio do Programa de Apoio ao Desenvolvimento Institucional do Sistema Único de Saúde (Proadi-SUS).

As oficinas serão ministradas por médicas, enfermeiras e farmacêuticas, com a participação de técnicos do Ministério da Saúde. “Este encontro foi alinhado desde a concepção do projeto Implantação do Programa de Segurança do Paciente e Desenvolvimento de Ferramentas de Gestão, Educação e Práticas Compartilhadas. Temos a certeza de que será mais um momento importante para as instituições que pertencem à região em questão”, ressalta a coordenadora Elenara Ribas.

RESULTADOS – Segundo a enfermeira Renata Ferreira, líder da iniciativa no Hran, o uso de metodologias de melhorias propostas facilitam as atividades realizadas e norteiam as ações em prol da segurança do paciente.

Na unidade sul-matogrossense, o Paciente Seguro já trouxe resultados positivos. A chefe do Setor de Vigilância em Saúde e Segurança do Paciente da instituição, Ângela Mendonça de Souza, reforça que as ferramentas e estratégias da iniciativa contribuem com o processo.

Estatísticas apontam que 10% dos pacientes no Brasil sofrem algum episódio inesperado durante o período de internação devido a complicações decorrentes do cuidado médico e assistencial. No entanto, cerca de 70% desses casos podem ser evitados por meio da adoção de melhores práticas, desenhos de processos mais seguros, capacitação e comprometimento de líderes e profissionais.

As próximas cidades a sediarem os encontros serão Santo André (SP), Manaus(AM), Natal (RN) e Curitiba (PR).

Confira a programação no Hran.