Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
15/09/16 às 22h20 - Atualizado em 30/10/18 às 15h16

CAPS do Guará celebra aniversário de 12 anos

COMPARTILHAR

Evento foi aberto para pacientes, ex-pacientes e familiares

BRASÍLIA (15/09/16) – O Centro de Atendimento Psicossocial para Usuários de Álcool e Outras Drogas (CAPS AD) do Guará, que atende à comunidade da Região Centro-Sul de Saúde, completou 12 anos nesta quinta-feira (15). Para festejar a data, a unidade que é considerada o primeiro Centro de Atendimento Psicossocial do Distrito Federal, promoveu, em parceria com os pacientes, uma festa de comemoração com direito a bolo, balões, música e dança.

O evento foi voltado para todas as pessoas que já foram pacientes ou que ainda recebem tratamento no local, além de familiares e dos profissionais de saúde que atendem no CAPS. A celebração também contou com a presença da secretária-adjunta de Saúde, Eliene Berg, que ressaltou a importância do trabalho realizado pela unidade.

“O serviço de saúde mental é um atendimento que sempre tem que ter o reconhecimento por parte dos gestores. Para mim, foi muito bom, porque eu trabalhei aqui por quase sete anos e, praticamente, vi o CAPS nascer. É gratificante de ver na história desses pacientes que a gente fez alguma coisa, que contribuímos com algumas melhorias para a vida deles”, enfatizou Eliene.

A terapeuta ocupacional e gerente do CAPS, Ana Luíza Leite, trabalha na unidade desde 2005 e conta que acompanhou de perto o crescimento dos serviços realizados no local. Ela conta que o principal foco dos tratamentos oferecidos é a qualidade de vida dos pacientes e familiares.

“O diferencial do CAPS é porque se trata de um serviço substitutivo, porque, antes dele, existiam apenas os tratamentos de internação em hospital psiquiátrico para dependentes químicos. Hoje, já existe a possibilidade de um serviço aberto, integrado com a comunidade e que pensa o paciente em todos os aspectos”, esclarece Ana Luíza.

CAPS – O Centro de Atendimento Psicossocial para Usuários de Álcool e Outras Drogas do Guará atende pessoas a partir de 18 anos e funciona de segunda à sexta-feira, das 08h às 18h. A unidade oferece tratamento com equipe multidisciplinar (assistente social, psicólogos, enfermeiros, técnicos de enfermagem, psiquiatras e terapeuta ocupacional) para pessoas que apresentem uso abusivo de bebidas alcoólicas e outras drogas, como crack e cocaína.

A unidade realiza atendimentos a partir das pessoas que comparecem no local (demanda espontânea), das que comparecem pela via judicial (demanda judicial) ou das que são encaminhadas por outras unidades da rede pública de saúde.
As regiões atendidas são Guará I e II, SAI, Estrutural, Vicente Pires, Riacho Fundo 1 e 2, Águas Claras, Arniqueiras, Núcleo Bandeirante, Park Way e Candangolândia.

Atualmente, o CAPS possui cerca de 2000 pacientes recebendo tratamento e conta com 10 grupos terapêuticos, incluindo um grupo para familiares, um exclusivo para mulheres, um de tabagismo e outro que é feito em parceria com o Tribunal de Justiça do Distrito Federal e Territórios (TJDFT).

Além dos tratamentos disponibilizados, o CAPS também realiza visitas domiciliares e atividades externas com os pacientes, como passeios ao zoológico, exposições, cinema e teatro.

HISTÓRIAS – O analista de sistemas, Renato Alves, é paciente no CAPS desde janeiro deste ano por apresentar problemas com bebida alcóolica. Ele revela que, à época, foi encaminhado por um médico e que chegou à unidade se sentindo desmotivado.

“Nestes oito meses que estou aqui me tratando aprendi a enxergar que tenho um problema e que ele pode, sim, ser tratado. Entrei me sentindo de um jeito e, hoje, me considero uma pessoa renovada e que conseguiu ser ressocializado”, completa.

Cláudio dos Santos é ajudante de construção civil e paciente na unidade desde 2011 por, também, ter problemas com bebidas. Ao relembrar de sua história, ele diz que conseguiu reescrever a realidade a partir do tratamento que recebeu no local. “Hoje sou feliz por finalmente estar me sentindo bem. Ainda frequento o CAPS para consultas e medicação, mas, se agora estou bem, é graças ao acolhimento que recebi aqui.

Confira as fotos aqui