Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
22/10/13 às 12h01 - Atualizado em 30/10/18 às 15h08

Começa construção da segunda UPA em Ceilândia

COMPARTILHAR

Primeira unidade da região será entregue em dezembro

 

A comunidade de Ceilândia contará com duas Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) até abril do próximo ano. A primeira UPA da região, na QNN 27, Área Especial D, será entregue em dezembro e a segunda, localizada na QI 10, lotes 71 a 118, no Setor de Indústrias de Ceilândia, deverá ser entregue no fim de abril de 2014.

O diretor de Engenharia Arquitetura e Tecnologia (Deat) da Secretaria de Saúde do DF, engenheiro Carlos Sivieri, informa que a previsão de execução das obras está dentro do prazo. Cada Unidade vai custar aos cofres do GDF   R$ 9 milhões. As Unidades seguem o mesmo padrão das demais, com 2.401,57 metros quadrados.

Durante visita a obra da UPA, em construção na QI 10, o secretario de Saúde, Rafael Barbosa, falou da importância da Unidade na região. “As UPAs oferecem atendimento em Clínica Médica e Pediatria, ou seja, praticamente todo usuário que chega a uma unidade consegue resolver, ali mesmo, seu problema de saúde e deixa de procurar a Emergência de um Hospital”, informou.

A diretora de Assistência às Urgências e Emergências (Diure/SES/DF), Marinice Cabral Moraes, relata que a capacidade de atendimento de cada unidade será de 700 pacientes por dia. “As UPAs têm como finalidade desafogar o atendimento nas emergências dos hospitais, prestando assistência intermediária de baixa complexidade entre as unidades básicas e hospitalares”, diz a diretora.

Atualmente, Ceilândia tem uma população estimada em 416 mil habitantes. Para a coordenadora-geral de Saúde da região administrativa (CGSC), Lucimar Gonçalves da Costa Zero, “as unidades vão garantir uma maior humanização no atendimento, pois o paciente terá a garantia de resolução dos seus problemas de saúde, 24 horas por dia, mais próximo de sua residência, não precisando superlotar as emergências”.

Júlio Duarte