Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
19/07/21 às 10h12 - Atualizado em 19/07/21 às 15h18

Central de Material Esterilizado do HRC é reformada e agora possui capacidade maior

COMPARTILHAR

Unidade recebeu cinco novos aparelhos e fez melhorias nas instalações hidráulicas e elétricas

 

JURANA LOPES, DA AGÊNCIA SAÚDE-DF

 

A Central de Material Esterilizado (CME) do Hospital Regional de Ceilândia (HRC) recebeu uma ampla reforma e readequou todo seu espaço físico para a instalação de três autoclaves e duas termodesinfectoras. A obra começou em fevereiro e foi finalizada em maio.

 

Espaço foi reformado e já está operante – Fotos: Geovana Albuquerque/Agência Saúde-DF

Os aparelhos são utilizados para esterilizar materiais médico-hospitalares e desinfectar e lavar os produtos. A instalação dos equipamentos começou no dia 9 de março e, após um mês, eles já estão em plena operação, oferecendo agilidade e maior eficácia no processo de esterilização, além de melhoria no processo de trabalho dos servidores.

 

“A obra contemplou serviços como adequação das instalações elétricas e hidráulicas, bem como pintura e revestimento das áreas afetadas, além de uma pequena ampliação da área limpa da CME e remanejamento do Depósito de Material de Limpeza, que dá suporte à unidade”, explica a superintendente da Região Oeste, Lucilene Florêncio.

 

Com as adequações necessárias, a Central de Material Esterilizado passou a contar com três equipamentos de autoclaves mais modernos além de duas novas termodesinfectoras de última geração.

 

Local ganhou autoclaves modernas e termodesinfectores – Fotos: Geovana Albuquerque/Agência Saúde-DF

“Tais equipamentos, além de propiciar o atendimento mais ágil e em maior quantidade às unidades do HRC, trarão melhor conforto aos profissionais que atuam no setor”, ressalta.

 

Além disso, foram realizados outros reparos igualmente necessários, como a manutenção da central de ar-condicionado, a reforma dos armários de apoio, troca de portas e troca da pia que dá suporte à área suja.

 

Enquanto a obra estava acontecendo, os materiais do HRC que necessitavam de esterilização eram esterilizados nos hospitais regionais de Brazlândia e de Samambaia para não prejudicar o funcionamento da unidade. Desde o fim da reforma, em maio, a CME está em pleno funcionamento.

 

Roupas são entregues esterilizadas para uso da equipe do HRC – Fotos: Geovana Albuquerque/Agência Saúde-DF

 

Entenda

 

A autoclave, de forma genérica, é um equipamento que impacta diretamente na produção do centro cirúrgico. Com ela, são esterilizados todos os instrumentos e todos os materiais de uma unidade hospitalar. Qualquer impedimento ou limitação reflete no centro cirúrgico.

 

A CME é uma unidade de apoio técnico a todas as unidades assistenciais, é responsável pelo processamento dos artigos, como instrumental, roupas cirúrgicas, etc. Esse processamento envolve: a limpeza, o preparo do artigo, o preparo da carga de esterilização, a esterilização, a guarda e distribuição dos artigos a todas as unidades consumidoras da instituição.