Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
11/10/16 às 17h38 - Atualizado em 30/10/18 às 15h16

Crianças da atenção domiciliar têm dia especial com música e presentes

COMPARTILHAR

Momento foi oferecido pela equipe da Região Centro-Norte em parceria com o grupo Remédio Musical

BRASÍLIA (11/10/16) – Isabela Ferrão, 6 anos, não pôde falar como se sentiu ao ver um tigrão de pelúcia entrar pela porta da sua casa, ao som de músicas infantis cantadas ao vivo. Mas quem estava por perto viu a expressão de alegria da menina – que ficou com sequelas após ter asfixia perinatal -, ao receber a surpresa do Dia das Crianças, oferecida pela equipe de atenção domiciliar da Região Centro-Norte de Saúde.

“A gente queria proporcionar um momento diferente para as crianças e para as famílias. O cuidar de alguém especial é pesado, às vezes. Então, um momento assim leva leveza, alegria e paz”, destaca a médica de família e gerente da atenção domiciliar na Região Centro-Norte de Saúde, Vanessa Vasconcelos.

Que o diga Cleide Rodrigues Ferrão, mãe da Isabela. “Ela adora uma bagunça. E a gente está vendo a reação de alegria dela aqui nesse momento”, frisou. A irmã gêmea de Isabela, Tainá Ferrão também aproveitou a surpresa. “Achei muito legal”, disse, já abrindo a boneca e o quebra-cabeça que ganhou da equipe médica.

A gravidez de Cleide correu bem, até chegar o nascimento das gêmeas. “Foi parto normal. Tainá nasceu rapidinho, mas a Isabela ficou 58 minutos presa na minha barriga. Tive hemorragia, mas sobrevivemos”, comemora a mãe. Após recorrentes internações, a menina passou a ser atendida pelo programa de atenção domiciliar da Secretaria de Saúde.

“Foi a melhor coisa que aconteceu. Essa equipe é maravilhosa e muitas vezes me faz chorar de tanta emoção”, diz Cleide. Isabela recebe semanalmente a visita de uma equipe multidisciplinar. “Estando em casa, além de evitar infecções, ainda está em contato com a irmã e outras crianças. Quer estímulo melhor que esse? “, ressalta a médica Vanessa.

GRANDE FAMÍLIA – Mas não foram somente a Isabela e a Tainá que receberam música, brincadeiras e presentes no dia especial das crianças. Os 14 netos do paciente Cícero de Assis, atendido pela atenção domiciliar após sofrer um acidente vascular cerebral (AVC), também fizeram a festa na tarde desta segunda-feira (10).

Cada música cantada valia um presente. E eles soltaram a voz. De Dona Aranha à música sertaneja, cantaram de tudo, acompanhados pela voz e violão de um dos voluntários do grupo Remédio Musical, parceiro da Secretaria de Saúde na ação do Dia das Crianças.

“A música tira a pessoa daquele momento, daquela realidade que ela está vivendo. Por alguns instantes ela esquece da doença e da situação vivida”, destaca o músico Marcello Sales.

Outras duas famílias ainda receberam a visita especial da equipe. Os presentes foram comprados pelos servidores da atenção domiciliar. Ao todo, 16 profissionais entre médico, enfermeiro, técnico de enfermagem, assistente social, fisioterapeuta, nutricionista, psicólogo, terapeuta ocupacional e dentista se revezam nas visitas.

Depois do sucesso da ação, a intenção da equipe é comemorar o aniversário dos pacientes. “Vamos chegar com música, balões e presente. Isso é muito importante para eles, pois são restritos ao leito e muitas vezes nem saem de casa”, observa Vanessa Vasconcelos. Atualmente, 90 pacientes são atendidos em casa, na região.

Veja as fotos aqui