Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
4/08/17 às 19h44 - Atualizado em 30/10/18 às 15h18

Curvas e colunas: formas de Brasília em uma das logos do Base

COMPARTILHAR

Na segunda (7), servidores começarão a escolher uma das seis propostas de marca para o hospital

BRASÍLIA (4/8/17) – “Não é o ângulo reto que me atrai. Nem a linha reta, dura, inflexível, criada pelo homem. O que me atrai é a curva livre e sensual. A curva que encontro nas montanhas do meu país. No curso sinuoso dos seus rios. Nas ondas do mar. No corpo da mulher preferida. De curvas é feito todo o universo, o universo curvo de Einstein”.

As frases acima fazem parte da definição que o arquiteto Oscar Niemeyer fazia de seu próprio trabalho. Dificilmente, as retas estão presentes nos milagres que ele, com seu traço, conseguia fazer com o concreto. A obra de Niemeyer é curva, delicada, elegante. E são essas curvas que são homenageadas nessa proposta de logomarca criada para o Hospital de Base.

Com a aprovação da Lei nº 5.899/17, o Hospital de Base começa a se transformar um Serviço Social Autônomo, com o nome de Instituto Hospital de Base. Essa nova etapa será marcada com a escolha de uma nova logomarca para o hospital. Cada uma das três agências de publicidade que têm contrato com o Governo do Distrito Federal criou duas propostas de logo para o Base. Não houve custo adicional para a criação das marcas, feitas dentro dos contratos já existentes com o governo.

Em mais uma demonstração da intenção da Secretaria de Saúde de ter os servidores do hospital como referência para cada decisão que for tomada nessa fase de transição, as seis marcas criadas serão submetidas a um processo de votação, do qual participarão apenas os que trabalham no hospital. A votação, em processo eletrônico, começará na próxima segunda-feira (7) e se estenderá por uma semana até a outra segunda-feira (14). Nos últimos dias, apresentamos aqui, em matérias separadas, cada uma das marcas que estão na disputa.

No caso dessa marca, a inspiração foram as formas arredondadas, curvilíneas, de alguns dos símbolos da arquitetura de Brasília, como a Catedral ou as colunas do Palácio da Alvorada. “A marca foi inspirada nas linhas geométricas de Brasília, do Plano Piloto e até mesmo dos monumentos do Distrito Federal. Com linhas elegantes e modernas, a marca tem uma forte presença e, ao mesmo tempo, transmite paz e serenidade. A cor azul ajuda a transmitir esses sentimentos. Todos os elementos ajudam a compor um conjunto harmônico, bonito e de fácil identificação”, diz o texto dos criadores da proposta de marca.

Leia também:

O avião de Lúcio Costa: uma das propostas de logo do Base
Os azulejos de Athos, numa das propostas de logo do Base
O traço do arquiteto na disputa pela logo do Base
Tesourinhas na disputa pela logo do Base
O B de “Base”: uma das logos em disputa para o hospital
Servidores irão escolher em votação logo do Base
Do céu ao traço: Brasília se encontra nas logos do Base
Secretário de Saúde esclarece as dúvidas sobre o Hospital de Base