Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
19/09/17 às 11h18 - Atualizado em 30/10/18 às 15h18

DF faz pesquisa com crianças durante Dia D de multivacinação

COMPARTILHAR

Objetivo é verificar o desenvolvimento, alimentação e aspectos sociais para ajudar nas políticas públicas

BRASÍLIA (19/9/17) – Com o objetivo de verificar o desenvolvimento de crianças de 0 a 5 anos de idade, bem como a alimentação e os aspectos sociais das famílias, a Secretaria de Saúde, em parceria com a Secretaria da Criança, fez uma pesquisa com cerca de 800 pessoas desse público no último sábado (16), durante o Dia D da Campanha de Multivacinação. Os dados foram coletados em 16 pontos de imunização no Distrito Federal.

“Os dados, após digitados e analisados, servirão para planejamento de ações. A expectativa é que até novembro a gente tenha esses dados em mãos”, observa a responsável pela pesquisa no Distrito Federal, Mirian Santos.

A pesquisa faz parte do projeto Pipas – Primeira Infância para Adultos Saudáveis. Aprovado na chamada do Departamento de Ciência e Tecnologia do Ministério da Saúde e Fundação Bill & Melinda Gates, o projeto propõe uma ação rápida e de baixo custo, que consiste na realização de inquéritos sobre o desenvolvimento de crianças menores de cinco anos nos municípios, por ocasião das campanhas de multivacinação. Essa estratégia tem sido amplamente utilizada em território nacional para o monitoramento de práticas de alimentação infantil e, pontualmente, para diagnósticos da situação nutricional de crianças. Além do DF, Embu das Artes (SP) e Recife (PE) também realizaram ação semelhante.

CAMPANHA – Durante o dia D da Campanha de Multivacinação, o DF aplicou cerca de 16.520 doses (dados parciais). A vacinação para atualização do calendário vacinal teve início dia 11 de setembro e prossegue até 22 do mesmo mês. Até agora, a capital federal já aplicou aproximadamente 26 mil doses. O público alvo são pessoas de 0 a 15 anos.

As vacinas disponíveis para crianças menores de sete anos são BCG, Hepatite B, VIP, VOPb, rotavírus humano, pneumocócica 10 valente, Meningocócica C conjugada, febre amarela, tríplice viral, tetra viral ou tríplice viral mais varicela (atenuada), DTP, Hepatite A, e varicela.

Já as doses disponíveis para crianças e adolescentes entre sete e 15 anos são Hepatite B, febre amarela, tríplice viral, dT, dTpa, Meningocócica C conjugada, HPV e varicela.