Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
18/08/17 às 17h45 - Atualizado em 30/10/18 às 15h18

DF recebe 2ª Conferência Nacional de Saúde das Mulheres

COMPARTILHAR

Evento começa nesta sexta-feira (18) e vai até domingo (20)

BRASÍLIA (18/8/17) – Entre esta sexta-feira (18) e domingo (20), cerca de 1,8 mil pessoas devem participar da 2ª Conferência Nacional de Saúde das Mulheres, que está sendo realizada no Centro de Convenções Ulysses Guimarães. A abertura oficial do evento ocorreu na noite dessa quinta-feira (17) e contou com a presença do secretário de Saúde, Humberto Fonseca, e do Ministro da Saúde, Ricardo Barros, além de diversas mulheres membros de entidades representativas.

“Fizemos a nossa primeira conferência distrital este ano e lá foram produzidas várias propostas. Temos algumas, referentes ao parto normal, relacionadas com a política que pretendemos implantar em breve no Distrito Federal, humanizando o parto e permitindo maior eficiência do sistema de saúde”, disse o secretário de Saúde. Fonseca lembrou, ainda, outras propostas, como aquelas relacionadas à saúde da mulher com deficiência e outras vinculadas à diversidade. “Esse tipo de evento gera mudanças no rumo de políticas públicas de saúde. Estou com expectativa alta”, completou.

O Distrito Federal apresentará 12 propostas para a conferência nacional. Ao todo, 36 delegadas foram escolhidas durante a etapa distrital do evento, para representar a capital para defender as propostas e torná-las políticas públicas.

Durante os três dias de conferência nacional haverá quatro eixos de discussão. Entre os destaques estão itens que trazem consequências diretas na vida e saúde das mulheres, como o desenvolvimento econômico e social e o trabalho. Depois, serão formados grupos de discussão sobre os quatro eixos temáticos. No encerramento, haverá entrega da premiação dos projetos selecionados Laboratório de Inovação de Participação Social e Saúde Integral da Mulher.

A conferência é um espaço de debates para ampliar a mobilização e o engajamento das mulheres e dos movimentos sociais na luta pela igualdade de gênero e contra os retrocessos que possam afetar a saúde e a vida das mulheres. As propostas, discutidas amplamente por 90 mil participantes em conferências municipais, macrorregionais, estaduais e livres, vão compor o Relatório Nacional, que contribuirá para a revisão da Política Nacional de Atenção Integral à Saúde das Mulheres.

Confira as fotos e a programação.

Serviço:
O quê: 2ª Conferência Nacional de Saúde das Mulheres (2ªCNSMu)
Quando: 17 a 20 de agosto.
Onde: Centro de Convenções Ulysses Guimarães, Setor de Divulgação Cultural – Eixo Monumental, Brasília (DF).