Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
25/05/21 às 13h13 - Atualizado em 25/05/21 às 13h37

Distrito Federal conta com mais cem leitos para pacientes com Covid

COMPARTILHAR

Hospital de Campanha de Ceilândia foi inaugurado nesta terça-feira (25)

 

LÍVIA DAVANZO, DA AGÊNCIA SAÚDE-DF

 

Com a inauguração do Hospital de Campanha de Ceilândia, nesta terça-feira (25), o Distrito Federal ganhou mais cem leitos para tratamento de pacientes com covid-19. A unidade montada na Escola Parque Anísio Teixeira possui cinco alas que comportam 20 leitos cada, equipados com suporte de diálise, monitores paramétricos e bombas de infusão para conduzirem as drogas vasoativas.

 

Hospital de Campanha de Ceilândia foi inaugurado nesta nesta terça-feira (25) – Foto: Geovana Albuquerque/Agência Saúde-DF

Durante a entrega, o governador Ibaneis Rocha destacou que o momento ainda é de muita dificuldade e que a pandemia não passou. “Mas estou feliz por dar mais uma oportunidade para as pessoas se tratarem aqui no Distrito Federal. Hospital de campanha é sinônimo de emergência, de cuidado emergencial, é aquilo que nenhum governante gostaria de instalar”, reforçou ao falar que os novos leitos vão possibilitar desafogar os hospitais e retomar as cirurgias eletivas.

 

O secretário adjunto de gestão em Saúde, Artur Siqueira, representou o secretário de saúde, Osnei Okumoto, na cerimônia e ressaltou que essa é mais uma entrega importante para garantir assistência à população nesse período tão difícil e desafiador. Além disso, Siqueira pediu a colaboração de todos para o enfrentamento da pandemia. “O que precisamos enquanto população é manter os cuidados, como o distanciamento social, uso do álcool gel e evitar qualquer tipo de aglomeração para que consigamos juntos combater a covid-19”, disse.

 

O secretário-adjunto, Artur Siqueira, participou da inauguração – Foto: Geovana Albuquerque/Agência Saúde-DF

 

Estrutura

 

O espaço conta também com salas de triagem, para procedimentos invasivos, de insumos, de descompressão, farmácias, pontos de hemodiálise, salas de raios-X e de tomografias. O local possui ainda área de desembarque de ambulâncias, setor administrativo, setor de TI, setor de manutenção, espaços de descanso para a equipe, banheiros adaptados para pessoas com necessidades especiais (PNE), copa e necrotério.

 

O projeto foi desenvolvido pela Novacap em parceria com a Secretaria de Saúde de forma a resguardar a segurança das equipes e dos pacientes, minimizando o risco de contaminação cruzada.

 

Com investimento de R$ 6,5 milhões, o hospital foi construído pela DMDL Montagens de Stands Ltda.

 

Hospital de Campanha de Ceilândia tem cem leitos com suporte ventilatório pulmonar –  Foto: Geovana Albuquerque/Agência Saúde-DF

A Mediall Brasil vai fazer o gerenciamento técnico e a assistência multiprofissional, sendo responsável pela manutenção e fornecimento de insumos necessários para o funcionamento dos equipamentos – incluindo computadores e impressoras; e para o atendimento dos pacientes – medicamentos, materiais médico-hospitalares, gases medicinais e esterilização de equipamentos e materiais, alimentação, nutrição enteral e parenteral.

 

Unidades

 

Outros dois hospitais de campanha já foram entregues. O Hospital de Campanha da Região Sul, montado no Estádio Bezerrão, no Gama; e o Hospital de Campanha instalado no Autódromo Internacional de Brasília. Juntas, as três unidades somam 300 leitos para tratamento de pacientes com o novo coronavírus.

 

O contrato das três unidades terá duração de seis meses e caberá à contratada a gestão integrada dos 300 leitos hospitalares com suporte ventilatório pulmonar e terapia renal substitutiva beira-leito. O valor total é de R$ 199.400.400,00, sendo R$ 66.466.800,00 por hospital. O pagamento será realizado por leito ocupado, com a diária no valor de R$ 3.692,60, conforme a tabela SUS.

Leia também...