Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
4/06/18 às 11h30 - Atualizado em 30/10/18 às 15h19

Em um ano, Hospital de Samambaia fez mais de 1,5 mil cirurgias

COMPARTILHAR

Foco é em operações de hérnia e vesícula – Foto: Matheus Oliveira

 

Em seu primeiro ano de funcionamento, o Centro de Referência em Cirurgias de Pequena e Média Complexidade do Hospital Regional de Samambaia (HRSam) realizou 1.309 cirurgias eletivas de hérnia (hernioplastia) e de vesícula (colecistectomia).

 

Em janeiro deste ano, ainda foram acrescentadas à lista as cirurgias ginecológicas e as pequenas cirurgias, somando mais 348 procedimentos.

 

“Estamos atendendo, atualmente, a demanda espontânea da região Sudoeste [Samambaia, Recanto das Emas, Vicente Pires, Águas Claras e Taguatinga] e pacientes de outras regiões, principalmente Oeste [Ceilândia] e Centro-Sul [Riacho Fundo e Guará] ”, conta a diretora do HRSam, Luciana de Melo Russo.

 

Atualmente, 473 pacientes aguardam por cirurgia, sendo 163 de hernioplastia e 310 de colecistectomia. “O tempo médio de espera é de 80 dias”, frisa a diretora.

 

FUTURO – Segundo a superintendente da Região Sudoeste, Lucilene Florêncio, o próximo passo é iniciar as cirurgias por videolaparoscopia.

 

“Para isso, serão feitas adequações no CME [Central de Material e Esterilização ] e a instalação de uma lavadora ultrassônica”, complementa.

 

Ela diz, ainda, que “o centro de referência busca, a cada dia, otimizar seus recursos humanos e materiais, procurando ofertar o máximo de cirurgias mensalmente”, finaliza.

 

TEXTO: Alline Martins, da Agência Saúde

Leia também...