Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
25/02/14 às 20h34 - Atualizado em 30/10/18 às 15h10

Servidores são qualificados para as ações da Dengue

COMPARTILHAR

Os novos critérios é para agilizar a identificação da doença

Nesta terça-feira (25), a Secretaria de Saúde (SES/DF) promoveu a capacitação de enfermeiros no manejo clínico da Dengue, no auditório da Fundação de Ensino e Pesquisa em Ciências da Saúde (FEPECS). Cerca de 250 profissionais que atuam na Atenção Primária e Vigilância Epidemiológica na rede, receberam as recomendações do Ministério da Saúde (MS) com os novos critérios de classificação da doença para agilizar sua identificação.

Muito se falou sobre as incidências de casos de Dengue no Distrito Federal no ano de 2013. Mesmo assim, os índices despencaram nos primeiros 15 dias deste ano. Foram 64 casos de dengue, contra 212 na primeira quinzena de 2013. Enquanto o foco não é totalmente erradicado, a SES/DF promoveu para cerca de 250 enfermeiros palestras orientando como classificar a doença, para que os casos mais graves sejam imediatamente identificados.

Apesar dos números positivos, a SES/DF quer erradicar a doença e trazer tranquilidade a todos, pois enquanto uma casa é bem cuidada, o foco pode estar na casa do vizinho. Pensando nisso, uma das ações da secretaria foi mobilizar 50 agentes de Vigilância Ambiental e Comunitários que abordaram cerca de quatro mil residências demonstrando o passo-a-passo de como combater o mosquito da Dengue.

“O ovo do mosquito da dengue no contato com a água, evolui para larva em até oito dias. É muito rápido, por isso a importância de não deixar a água parada”, disse Marília Coelho Cunha, subsecretária de Vigilância à Saúde”.

Por Luana Lemes, da Agência Saúde DF
Atendimento à imprensa:
(61) 3348-2547/2539 e 9862-9226