Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
27/06/13 às 19h13 - Atualizado em 30/10/18 às 15h06

Hospital de Base tem Escritório de Qualidade e Segurança

COMPARTILHAR

Qualidade da assistência é objetivo do novo serviço


Pacientes do Hospital de Base do Distrito Federal (HBDF) contam com um novo serviço criado com o objetivo de aperfeiçoar a qualidade da assistência prestada na rede pública de saúde do Distrito Federal. O Escritório de Qualidade e Segurança do HBDF, inaugurado nessa quarta-feira (26), na sobreloja do prédio de internação do HBDF, funcionará das 8h às 12h e das 14h às 18h.

“Queremos saber aquilo que apraz o nosso usuário, o que ele necessita e aspira. E para conseguirmos isso, precisamos mudar a cultura, quebrar paradigmas, para mudar a saúde temos que inovar”, ressalta Lucas Veras, subsecretário de Programação, Regulação, Avaliação e Controle (SUPRAC/SES-DF).

O atendimento é voltado para os pacientes e para todos os profissionais de saúde (gerentes, gestores, técnicos de enfermagem, enfermeiros, médicos, técnicos administrativos). A equipe responsável pelo serviço funcionará como uma assessoria que atuará junto com os profissionais de saúde do hospital, indicando as diretrizes dos planos de ações do Programa de Qualidade e Segurança, por meio de oficinas, reuniões, trabalhos no ambiente hospitalar e consultorias com os hospitais de excelência Oswaldo Cruz e Sírio Libanês.

“Esse momento é significativo para o HBDF, pois se discute a qualidade e segurança do paciente, que é a nossa grande meta.” destaca Julival Ribeiro.

Segurança e qualidade são as duas grandes bases e ponto de partida da nova proposta de saúde dentro dos parâmetros internacionais. “O Programa de Qualidade e Segurança é um compromisso concreto dos gestores do hospital, buscando ter o foco no cidadão, gestores e profissionais. E esse projeto não é pequeno. É grande e de muito trabalho.”, destaca o Dr. Adail de Almeida Rollo, Secretario-executivo Adjunto do Ministério da Saúde.

Diogo Penha, da Coordenação de Vigilância em Serviços Sentinela da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), destaca que “o importante é que todo o percurso de atendimento seja controlado para evitar possíveis danos. Busca-se o gerenciamento de risco de ponta à ponta no atendimento. E este começa no momento da admissão do pacientes até quando ele sai do hospital e chega em casa”.

“Temos que avançar mais para abarcar todos os hospitais do DF. Ou todos estão envolvidos ou não conseguiremos alcançar metas”, destaca Cleusa Ramos, superintendente de Desenvolvimento Humano e Institucional do Hospital Alemão Oswaldo Cruz, um dos hospitais que fornece ao HBDF consultorias para o alcance das metas do Programa de Qualidade e Segurança.

“A Qualidade em atendimento salva vidas. O momento é pensar no ser humano. O HBDF existe há mais de 50 anos e por isso já tem regras definidas e estabelecidas. O desafio é grande. Precisamos abrir portas para fortalecer o Escritório de Qualidade. Parabéns a todos os profissionais da saúde que busca a qualidade e segurança na saúde,” acrescenta Cleusa Ramos.

A Rede Sentinela é um projeto criado pelo setor de Vigilância em Serviços Sentinela da Anvisa, com o objetivo de construir uma rede de serviços em todo o país preparada para notificar eventos adversos e queixas técnicas de produtos de saúde; insumos, materiais e medicamentos, saneantes, kits para provas laboratoriais e equipamentos médico-hospitalares em uso no Brasil, para ampliar e sistematizar a vigilância de produtos utilizados em serviços de saúde e, assim, garantir melhores produtos no mercado e mais segurança e qualidade para pacientes e profissionais de saúde.

Alessandra Franco