Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
17/02/17 às 15h26 - Atualizado em 30/10/18 às 15h16

ESCS forma mais 32 enfermeiros

COMPARTILHAR

Curso foi criado em 2009 e já formou 243 profissionais

BRASÍLIA (17/2/17) – Nesta quinta-feira (16), a Escola Superior de Ciências da Saúde (ESCS) formou mais 32 enfermeiros do total de 53 profissionais que colaram grau oficialmente em dezembro de 2016. Com a criação do curso de Enfermagem em 2009, a instituição já habilitou 243 pessoas nesta categoria. A cerimônia de formatura da 5ª turma de Enfermagem aconteceu no auditório do Colégio La Salle Brasília, na 906 Sul.

No evento, estiveram presentes o secretário de Saúde e presidente da Fundação de Ensino e Pesquisa em Ciências da Saúde (FEPECS), Humberto Fonseca; a diretora-geral substituta da ESCS, Marize Biazotto; a coordenadora do curso de Enfermagem da ESCS, Lindalva Farias e outros representantes da instituição.

Durante a ocasião, a diretora-geral substituta da ESCS, Marize Biazotto, disse que, com os formandos de 2016, a ESCS mais uma vez cumpriu sua missão acadêmica, de formação e social. “Estamos formando excelentes enfermeiros para trabalhar na nossa rede da Secretaria de Saúde do Distrito Federal, na rede privada e onde mais for, porque são educados de forma qualificada e humana”.

Em seu discurso, Humberto destacou a relevância dos enfermeiros no planejamento e construção de uma saúde de mais qualidade para a população. Além disso, ele chamou a atenção para a criação da primeira Diretoria de Enfermagem na história da Secretaria de Saúde da capital como uma forma de reconhecimento da pasta pelo trabalho dos profissionais pelas pessoas que mais precisam.

“Nenhum cuidado de saúde funciona sem uma equipe multiprofissional que não trabalhe em harmonia e vocês são membros indispensáveis, pois são formados com a consciência de que a nossa missão principal é curar sempre que possível, mas cuidar sempre. Um dos principais destaques da profissão que escolheram abraçar é o auxílio na construção de soluções inteligentes e audaciosas para a manutenção do sistema de saúde”, frisou Humberto.

O secretário de Saúde ressaltou a implantação, em todo o Distrito Federal, da Estratégia de Saúde da família como modelo único de Atenção Primária à Saúde. “O enfermeiro é uma das pedras angulares nesse novo projeto e vamos ampliar a participação da categoria no processo de melhoria da saúde pública. Queremos enfermeiros fazendo pré-natal, acompanhando o crescimento e desenvolvimento das crianças e avaliando os riscos dos pacientes”.

Ao final, Humberto revelou que a pasta pretende implantar as carreiras de Enfermagem Obstétrica e Enfermagem de Família e Comunidade.

Veja as fotos aqui