Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
7/07/14 às 18h15 - Atualizado em 30/10/18 às 15h11

Especialista alerta sobre problemas de visão em crianças

COMPARTILHAR

Aproximação da televisão e de livros podem indicar desvios ópticos

Crianças com dores de cabeça frequentes, vista cansada e dificuldade de aprendizado podem ter problemas de visão, segundo o Coordenador de Oftalmologia da Secretaria de Saúde do DF (SES/DF), Rogério Nóbrega. “A criança pode acabar se prejudicando na escola e perdendo o interesse por conta dessa dificuldade”, afirma o especialista.

Em várias ocasiões, os óculos não são necessários. “Considera-se que problemas de visão são naturais na infância e muitas vezes são corrigidos com o crescimento. Nos casos onde o grau é excessivo (acima de +3, por exemplo) ou em casos de estrabismos acomodativos (olhos ‘desviados’), pode-se aconselhar o uso de óculos”, explica Rogério.

A hipermetropia (dificuldade em focar em objetos próximos) é o desvio mais comum nas crianças. Para identificar os problemas, os pais ou responsáveis devem atentar para o comportamento dos seus filhos. “A criança pode reclamar de dores de cabeça ou se aproximar muito dos livros e da televisão. Em fotos, ela pode aparecer com um reflexo branco em um dos olhos também. Esses são indicadores de problemas de visão”, diz Rogério.

O médico explica, ainda, que crianças não costumam usar lentes de contato ou realizar cirurgias para correção. “Espera-se que a criança chegue aos 15 anos antes de usar lentes de contato, a menos em casos que se faz necessário o uso do artifício. Quanto à cirurgia a laser, é recomendada para pacientes acima dos 18 anos”, finaliza o especialista.

Os pais ou responsáveis que identificarem problemas de visão nas crianças devem procurar os centros de saúde próximos à residência para a marcação de consulta.

Paulo Cronemberger, da Agência Saúde DF