Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
7/06/13 às 13h38 - Atualizado em 30/10/18 às 15h06

Especialista sugere criação de software para gestão de atendimento na UPA do Recanto das Emas

COMPARTILHAR

ESCS e Universidade americana criam proposta para melhorar gerenciamento no atendimento a usuários do SUS no DF

 

A Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do Recanto das Emas recebeu, na terça-feira (4), o professor PhD em gestão e tecnologia voltadas para operações de saúde global da Marshall School of Business (MSB), que pertence a University of Southern California (USC), dos Estados Unidos, Sriram Dasu. O professor apresentou aos gestores de saúde a conclusão do trabalho realizado em parceria com a Escola Superior de Ciências da Saúde (ESCS) sobre as práticas viáveis para a realidade da gestão de saúde pública local.

Uma das propostas apresentadas foi a criação de um software de gerenciamento que possibilita informar a quantidade de atendimento de acordo com a classificação de risco que são definidas por cores (vermelho, amarelo, verde e azul) e saber os horários e dias que mereceriam o deslocamento de mais profissionais para atender a demanda. Essa ferramenta também auxiliaria comunicar aos pacientes os horários por meio de mídias sociais, sítios e outros meios de comunicação local, como rádio comunitária, os horários com menos demanda.

“Já iniciamos um projeto para elaboração do software. Submeteremos esse projeto para captar recursos financeiros em órgãos de fomento à pesquisa científica. O projeto será liderado por um pesquisador da ESCS, com apoio do professor Sriram Dasu, da USC”, indica o coordenador de Pesquisa e Comunicação Científica da ESCS, Karlo Jozefo Quadros, responsável pela parceria.

Parceria

A parceria entre as duas instituições surgiu em 2011 por iniciativa conjunta de professores da ESCS e Universidade de Barsilia (UnB), materializando-se em 2012, mediante assinatura de um memorando de entendimento com cinco anos de duração entre a MSB e a ESCS. Esse memorando permite o intercâmbio de estudantes e profissionais entre as duas instituições de acordo com a especificidade do projeto a ser desenvolvido.

 Em março de 2012, 11 estudantes de mestrado da universidade americana participaram de um projeto colaborativo de pesquisa realizado na Atenção Primária à Saúde de Samambaia. No mesmo período deste ano, três mestrandos da USB realizaram um estudo de caso juntamente com os gestores e servidores da UPA do Recanto das Emas e pesquisadores da ESCS. Esse estudo originou a proposta citada.

 Cooperação

O foco da cooperação técnico-científica é criar e incrementar e aperfeiçoar fluxos e processos de trabalho com baixo ou nenhum custo para o sistema.