Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
17/04/20 às 15h20 - Atualizado em 17/04/20 às 19h24

Força-tarefa de combate à dengue atuará em mais 10 regiões

COMPARTILHAR

Mobilização ocorrerá neste sábado (18)

 

Em meio à pandemia do coronavírus, as ações de combate ao mosquito da dengue não param no Distrito Federal. Neste sábado (18), a força-tarefa para eliminar focos do Aedes aegypti atuará nas regiões de São Sebastião, Sobradinho I e II, Fercal, Gama, Santa Maria, Guará, Núcleo Bandeirante, Vicente Pires e Ceilândia.

 

O objetivo é mobilizar a população e os órgãos públicos para as ações de enfrentamento da doença. Além de orientar a população sobre o combate correto ao mosquito transmissor da dengue vistoriando as residências, mas sem esquecer das medidas adotadas para o enfrentamento da Covid-19.

 

“Essas regiões têm apresentado uma incidência crescente de casos de dengue, por isso foram as escolhidas para a próxima ação. Será uma megaoperação, com 33 viaturas da Vigilância Ambiental, 376 agentes de saúde e o apoio do Corpo de Bombeiros”, afirmou o subsecretário de Vigilância em Saúde, Eduardo Hage.

 

A mobilização contará com o trabalho de 250 bombeiros militares, em 13 viaturas. Também serão utilizados 11 Ultra Baixo Volume (UBV) pesado (carro do fumacê) nas regiões administrativas. Além disso, vão ser usados três UBV costal, que passarão pelos locais com maior incidência do mosquito.

 

As ações ocorrerão das 8h às 14h. A concentração será nas administrações regionais, porém, será mantido o distanciamento como medida de segurança contra o coronavírus.

 

DER – Para reforçar os trabalhos, o Departamento de Estradas de Rodagem do Distrito Federal (DER-DF) passou a integrar a mobilização contra o mosquito. Seis analistas de fiscalização do órgão farão inspeções nas rodovias para localizar possíveis focos do Aedes em entulhos, lixo e carcaças colocados à margem das estradas.

 

As rodovias que serão inspecionadas são:

 

– São Sebastião: DF-463/DF-473/DF-135

– Gama: DF-480/DF-475/DF-483/DF-290/DF-180/VC-385 e VC-379

– Santa Maria: DF-483/VC-371/DF-495

– Ceilândia: Rodovia DF-459

 

NOVIDADE – Esta será a última mobilização realizada em um sábado. “Depois dessa força-tarefa, vamos trabalhar com ações de mutirão durante a semana, pactuadas com os órgãos parceiros no combate à dengue”, informou o gerente da Vigilância Ambiental de Vetores e Animais Peçonhentos e Ações de Campo, Reginaldo Braga.

 

As demais ações promovidas pela Sala Distrital de Combate à Dengue incluem a utilização de drones para verificação de terrenos com edificações fechadas ou abandonadas e, também, de helicópteros. Além da retirada de carros abandonados pelas ruas de todo o Distrito Federal, o carro do fumacê passa nas regiões administrativas todos os dias, durante a madrugada (5h30 às 9h30) e no final do dia (17h30 às 21h30).

 

CASOS – De acordo com o último boletim epidemiológico divulgado pela Secretaria de Saúde, foram notificados 18.191 casos prováveis de dengue até o momento. Em 2020, houve um aumento de 63,75% no número de ocorrências, quando comparado ao mesmo período de 2019, em que foram registrados 11.109 casos prováveis.

 

Além disso, ocorreram 11 óbitos em 2020 devido à dengue. Foi um a menos que a quantidade registrada no mesmo período do ano anterior.

 

COMBATE – O engajamento da população também é fundamental no combate ao Aedes aegypti. A principal forma de se prevenir contra as doenças transmitidas pelo mosquito é manter o monitoramento constante nas residências, sempre buscando evitar água parada e a proliferação do inseto. Confira algumas dicas:

 

– Mantenha caixas d’água, tonéis e barris de água tampados;

– Mantenha garrafas de vidro ou plástico sempre com a boca para baixo;

– Encha os pratinhos ou vasos de planta com areia até a borda;

– Limpe as calhas com frequência, evitando que galhos e folhas impeçam a passagem da água;

– Em caso de identificação de focos do mosquito, acione a Vigilância Ambiental pelo telefone 160.

 

Leandro Cipriano, da Agência Saúde
Fotos: Breno Esaki/Agência Saúde

Leia também...