Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
9/10/13 às 13h35 - Atualizado em 30/10/18 às 15h08

HBDF fez mais de 11 mil atendimentos do coração este ano

COMPARTILHAR

Hospital é referência em cardiologia

O Hospital de Base do Distrito Federal já realizou cerca de 11.100 procedimentos e atendimentos da área de cardiologia e cirurgia do coração. Especialidades que tratam das doenças do coração como o infarto, arritmia, insuficiência cardíaca atuam na unidade da rede de saúde pública de Brasília.

São realizados no hospital exames como estudos eletrofisiológicos (que consiste na introdução de cateteres para estudo), mapa (monitorização ambulatorial da pressão arterial), cateterismos, angioplastias e holter (exame que permite o registo do ritmo e da frequência cardíaca), entre outros.

O serviço conta com uma equipe de 11 cirurgiões cardíacos e 43 médicos especializados em coração que atendem nas consultas ambulatoriais, nos exames (hemodinâmica e ecocardiograma), no centro neurocardiovacular, no pronto socorro, no prédio de internação e UTIs.

Em média, 40 pessoas procuram diariamente o Hospital de Base para atendimentos da especialidade. “Hoje temos uma equipe especializada na área cardiológica. Fazemos inúmeros exames e procedimentos. A ampliação do funcionamento da Hemodinâmica para 24 horas e o exame de cintilografia miocárdica foram grandes progressos, pois o número de pacientes que chega ao Hospital diariamente é enorme”, afirma a chefe do setor de Cardiologia, Roberta Oliveira Faria.

Para o cirurgião cardíaco Gilberto Hartmann, o Hospital de Base é um excelente espaço para médicos e residentes de todo o País no aprendizado, crescimento profissional e humano. “Como cirurgião cardíaco, me sinto feliz em trabalhar em um hospital que prioriza o atendimento de qualidade e faz um grande trabalho social, um trabalho de vital importância para a população. Recebemos pessoas de todo o Brasil e a equipe médica vem se especializando cada vez mais para atender com qualidade e humanidade”, acrescenta.

Casos clínicos

A complexidade no atendimento à saúde do coração da população de Brasília vem produzindo resultados positivos. Foi o caso do jovem de 19 anos que levou uma facada no peito que atingiu o coração, no domingo passado.

“Se não tivesse o Hospital de Base para me atender, teria morrido. Adorei a equipe médica, de enfermagem, e todos que me atenderam. Foi muito bom. Fiz até amigos aqui. Recebi atendimento com fisioterapeutas e nutricionistas. Cheguei a ficar quase dois dias na UTI e graças a Deus e ao trabalho dos profissionais do hospital, hoje estou falando, sorrindo, respirando”, disse o paciente Ramiro Silva Moreira.

Além de consultas, cirurgias e exames, o tratamento consiste também em medicamentos oferecidos na rede. “Tive três veias entupidas, cheguei aqui sentindo muita dor, pressão altíssima, peito dolorido, tonturas. Estava tendo um infarto e vim à Emergência do Base. Hoje estou bem e recebo medicação para controlar a doença. O atendimento foi excelente, as equipes médica e de enfermagem são maravilhosas”, destaca Maria Ferreira de Barros, 85 anos.

Além do atendimento acompanhado por médicos, enfermeiros e técnicos de enfermagem, a equipe conta com nutricionistas e fisioterapeutas.

Serviço

O atendimento na Cardiologia do Ambulatório é feito de segunda à sexta-feira, das 7h às 12h e das 13h 18h, para consultas e exames que são agendadas no próprio ambulatório, por encaminhamento de outras regionais, ou por parecer médico.

Alessandra Franco