Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
23/11/17 às 17h25 - Atualizado em 30/10/18 às 15h18

HCB celebra seis anos de excelência e 2,5 milhões de atendimentos

COMPARTILHAR

Unidade tem média de satisfação do usuário superior a 96%

BRASÍLIA (23/11/2017) – Usuários, funcionários, voluntários e autoridades comemoraram, nesta quinta-feira (23), no Hospital da Criança de Brasília José Alencar (HCB), o aniversário de seis anos da unidade.

Nesse período, foram feitos 2.562.851 atendimentos a crianças e adolescentes com doenças graves, obtendo média de satisfação do usuário superior a 96%. Apenas em outubro deste ano foram mais de 38 mil atendimentos, com destaque para a realização de 23 mil exames laboratoriais e seis mil consultas médicas.

A pequena Melissa Mendes, 7 anos, por exemplo, se recuperou de leucemia depois de dois anos e meio internada no HCB. Para Vanessa Mendes, mãe da menina, o tratamento humanizado no hospital foi fundamental para a cura de sua filha.

“O hospital é de excelência e todo preparado para receber crianças. Com um ambiente lúdico, voluntários e uma equipe que passa muita segurança. Tudo isso ajudou para a cura dela e faz o HCB melhor que qualquer hospital particular. Por isso é preciso lutar para que mais hospitais públicos tenham essa qualidade”, comentou.

Vanessa Mendes e a filha, Melissa Mendes

Diferente das demais unidades, a gestão do HCB é dividida entre o governo e a sociedade, representada pelo Instituto do Câncer Infantil e Pediatria Especialziada (Icipe) – organização criada por pacientes e profissionais de saúde que idealizaram um atendimento especializado de qualidade para doenças graves e crônicas de crianças e adolescentes.

“É uma satisfação cumprir nosso objetivo. E nesses seis anos conseguimos aumentar o repasse de verbas para o hospital simplesmente sabendo economizar onde se precisa e contando com uma excelente equipe profissional. Fizemos mais com menos”, ressaltou o diretor-presidente do Icipe, Newton Alarcão.

Segundo o secretário de Saúde, Humberto Fonseca, a inesperada parceria na gestão do HCB contribuiu para o hospital se tornar uma referência nacional no tratamento de pediatria terciária (de alta complexidade). “São seis anos de um excelente serviço para a população. Depois de todas as lutas, foi possível consolidar um atendimento de qualidade e levar às pessoas a saúde que merecem”, elogiou.

Com sete mil metros quadrados de área construída, o HCB possui até o momento um bloco com 30 consultórios médicos e 18 leitos de internação. Foi projetado para oferecer um ambiente humanizado e adequado à faixa etária atendida.

OBRAS – O governador de Brasília, Rodrigo Rollemberg, participou da cerimônia e aproveitou a visita para conferir o andamento das obras do bloco 2 do hospital, que estão 91% executadas. “Até o final deste ano acredito que todo o prédio estará pronto. A partir de janeiro, fevereiro, começarão a ser colocados o mobiliário e os equipamentos, para que, em abril, o bloco seja aberto a toda a população de Brasília”, garantiu.

O segundo bloco terá 220 leitos (167 para internação clínica, cirúrgica, oncológica, cuidados paliativos e pós-transplantes; 38 para UTI pediátrica; e 15 semi-intensivos), centro cirúrgico com quatro salas, centro de diagnóstico, centro de ensino e pesquisa, hemodiálise, hemoterapia, quimioterapia, serviço de imagem, entre outros serviços.

COMEMORAÇÃO – A festividade teve apresentações da banda sinfônica e do coral do Centro de Ensino Fundamental 11 do Gama, além de um grupo de balé formado por crianças em tratamento.

Também estavam presentes voluntários do Doutores com Riso, grupo que atua no hospital por meio de parceria com a Associação Brasileira de Assistência às Famílias de Crianças Portadoras de Câncer e Homeopatias (Abrace).

ESPECIALIDADES – O HCB atende a 17 especialidades: alergia, cardiologia, cirurgia pediátrica, dermatologia, endocrinologia, gastroenterologia, hepatologia, nutrologia, homeopatia, imunologia, infectologia, nefrologia, neurocirurgia, neurologia, onco-hematologia, pneumologia e reumatologia.

Até o final de outubro de 2017, foram feitos 1.522.700 exames laboratoriais e 413.116 consultas, 25.409 internações e 36.941 hospital-dia, 40.893 sessões de quimioterapia, 17.627 transfusões, 8.341 cirurgias ambulatoriais, 12.775 ecocardiogramas, 34.034 raios X, 18.582 tomografias e 24.739 ultrassons.

Confira a galeria de fotos.