Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
22/09/15 às 16h05 - Atualizado em 30/10/18 às 15h13

HMIB abre Centro de Ensino e Pesquisa para o SUS

COMPARTILHAR

Movimento marca o fortalecimento de pesquisas que atendam as reais demandas

BRASÍLIA (22/9/15) – Com o objetivo de fortalecer o ensino e a pesquisa na área de Saúde, o Hospital Materno Infantil de Brasília (HMIB) abriu o Centro Formador de Profissionais de Saúde para o SUS (CEPE-SUS).

A criação do centro é um importante passo para o alinhamento à filosofia da Política Nacional de Educação Permanente em Saúde, criada pela Portaria GM/MS nº 1.996, de 20 de agosto de 2007.

“Com o CEPE-SUS espera-se uma mudança com a valorização da integração do ensino com os serviços, a humanização da atenção e a ampliação da concepção e prática da integralidade na atenção à saúde”, relata o Coordenador Geral de Saúde da Asa Sul, Rodolfo Alves Paulo de Sousa.

Sua composição abrange quatro setores estratégicos: a Comissão de Controle de Infecção Hospitalar (CCIH), o Núcleo de Segurança do Paciente (NSP), o Núcleo de Educação Permanente em Saúde (NEPS) e a Coordenação do Hospital de Ensino. São equipes de referência que atuarão junto aos demais setores para desenvolver e readequar as práticas ao patamar de excelência da assistência.

“Esses setores foram estrategicamente escolhidos porque já trabalhavam de forma interdisciplinar, realizando ações pioneiras que geraram prêmios e reconhecimento ao hospital”, completa Rodolfo.

Certificado com Hospital de Ensino desde 2008, o HMIB passará por novo processo de recertificação, momento em que receberá grupo de avaliadores dos ministérios da Saúde e Educação para verificar o cumprimento das novas metas e indicadores que envolvem quatro eixos principais: ensino, pesquisa, assistência à saúde e gestão.

O foco na educação permanente, multiprofissional e interdisciplinar marca a quebra de paradigma. A formação tradicional que priorizava a alta especialização sem a interação com os outros profissionais será substituída por uma educação voltada às necessidades dos pacientes do SUS com o fortalecimento das pesquisas que abordem assuntos relevantes para solucionar problemas reais vividos no cotidiano da assistência pública.

“Nesse momento de mudança será considerada prioritária a educação sobre as demandas atuais dos usuários do SUS com maior articulação entre as áreas e serviços, possibilitando um enfrentamento criativo para a resolução de problemas”, relata a Chefe do Núcleo de Educação Permanente em Saúde, Alessandra Arrais.

A nomeação do Grupo Técnico Regional do Hospital de Ensino (GTRH/HMIB) com representantes das diversas áreas do hospital, inicia o movimento que direcionará as equipes ao cumprimento dos 31 indicadores que impactarão diretamente na organização dos processos e na qualidade da formação de estagiários, residentes e servidores.

“Esperamos que o HMIB transforme-se em um polo formador de profissionais altamente qualificados tecnicamente e humanamente preparados para trabalhar e construir equipes sinérgicas”, relata Coordenadora Técnica, Fábia Lassance.

Saiba mais:

Política Nacional de Educação Permanente em Saúde
http://bvsms.saude.gov.br/bvs/publicacoes/politica_nacional_educacao_permanente_saude.pdf

Leia também...