Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
10/03/15 às 11h52 - Atualizado em 30/10/18 às 15h12

HMIB cria protocolo para atender bebês com malformações

COMPARTILHAR

Equipe dará suporte integral aos pacientes

BRASÍLIA (10/3/15) – A Equipe de interdisciplinaridade do Hospital Materno Infantil de Brasília (HMIB) reuniu-se, no início de março, para elaborar o protocolo de assistência integral ao bebê portador de hérnia diafragmática congênita. O material prevê ainda, a inclusão dos cuidados no pré-natal, durante o parto, pós-parto, intervenção cirúrgica e cuidado intensivo neonatal.

Segundo a cirurgiã pediatra Roselle Bugarin Steenhouwer, a hérnia diafragmática é uma malformação congênita que deve ser corrigida por meio de cirurgia logo após nascimento ou ainda dentro do útero. A hérnia é caracterizada pela abertura no diafragma – músculo que separa a cavidade torácica da cavidade abdominal – o que leva as alças intestinais migrarem para o tórax dificultando o desenvolvimento pulmonar e provocando dificuldade respiratória ao nascer. A malformação atinge um em cada 2.500 nascimentos e a sobrevida dos pacientes operados é considerada alta e varia entre 50 a 70%.

“Considerando que, em média, nascem por ano no DF 40.000 bebês, temos uma demanda de mais de um bebê com hérnia diafragmática por mês para serem atendidos na Rede SES-DF. Só em janeiro, foram atendidos no Hmib três bebês portadores de Hérnia Diafragmática em suas diversas formas de apresentação”, relata Roselle.
O encontro foi coordenado pela equipe de Cirurgia Pediátrica e contou com profissionais de diversas áreas como neonatologistas, ginecologistas, radiologistas e psicólogos. O objetivo do protocolo é audacioso porque a equipe quer, além de aumentar a sobrevida destes bebês, garantir qualidade de vida para que ele possa desenvolver de todo seu potencial humano.

De acordo com o protocolo, o diagnóstico intra-útero será feito pela equipe da medicina fetal que direcionará o binômio mãe/bebê à atenção de alto risco determinando a maternidade mais adequada para o parto. A equipe de neonatologia irá verificar o melhor momento para a intervenção cirúrgica com o intuito de diminuir as intercorrências e melhorar a sobrevida do pacientes. No HMIB a família será acolhida por equipe multidisciplinar e será preparada pela psicologia para enfrentar os desafios de uma gestação complexa diminuindo a angústia do desconhecido.