Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
22/11/12 às 19h32 - Atualizado em 30/10/18 às 14h57

HMIB é pioneiro nos cuidados com portadores de malformação anorretal

COMPARTILHAR

 

O Hospital Materno Infantil de Brasília – HMIB –  tornou-se referência no atendimento às crianças com patologias intestinais, graças ao trabalho realizado  no Centro Colorretal juntamente com o Programa de Manejo Médico da Incontinência Fecal. O centro atende crianças que apresentam anomalias anorretais, megacolon congênito ou constipações idiopáticas (sem causa específica), problemas geralmente congênitos caracterizados pela má formação do reto. Os pacientes são submetidos à correção cirúrgica, caso necessário, e à limpezas diárias mecânicas com sonda, laxantes e soro.

O programa, que atende 50 crianças, foi criado há dois anos para garantir qualidade de vida desses pacientes. Ao oferecer uma forma artificial de se manter limpa por 24 horas, a criança adquire independência e confiança, o que melhora a interação social. Os pais também são informados e capacitados para atender suas crianças após a alta hospitalar, o que impacta positivamente o núcleo familiar. “O procedimento muitas vezes é incômodo, mas alcança um sucesso geral em 95% dos casos. A participação dos pais diminui o nível de ansiedade na criança, fazendo com que a adaptação de ambos à situação hospitalar e ao tratamento após a alta seja a melhor possível”, relata a cirurgiã pediátrica responsável pelo projeto, Ana Paula Amaral Souza.

Para a coordenadora geral de saúde da asa sul, Roselle Steenhouwer que também é cirurgiã pediatra e fundadora do centro, a implementação do programa atende ao novo modelo de saúde da Secretaria de Saúde e prova que o compromisso com o paciente vai além da correção cirúrgica de suas malformações. 

Ana Luiza Greca