Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
4/06/13 às 18h41 - Atualizado em 30/10/18 às 15h06

UTI materna do HMIB será inaugurada nesta quinta-feira (06)

COMPARTILHAR

Unidade conta com dez leitos exclusivos para gestantes de risco

A primeira Unidade de Terapia Intensiva da rede pública de saúde do Distrito Federal, com dez leitos exclusivos para gestantes com gravidez de risco e puérperas (mulheres que deram à luz recentemente) será inaugurada nesta quinta-feira (06), às 09h, no Hospital Materno Infantil de Brasília (HMIB). “É uma das poucas UTIs exclusivas para mulheres no país e com certeza a mais moderna”, destaca o secretário de Saúde do DF, Rafael Barbosa. 

A sala contará com equipamentos modernos para garantir o conforto e a segurança da equipe e pacientes. Segundo o chefe da unidade, Elton Luiz Berça, camas elétricas, ar condicionado central, novas instalações elétricas com sistema de segurança e monitores multiparamétricos de última geração para monitorar o estado de saúde do paciente, são exemplos do investimento feito pela Secretaria de Saúde do DF para qualificar o atendimento.

Atualmente, o hospital conta com 86 leitos de UTI divididos entre UTI Neonatal, Pediátrica e Unidade de Cuidados Semi-intensivos, que atendem uma demanda de 600 partos por mês. A nova UTI Materna internará pacientes procedentes do HMIB e de toda a Rede Pública de Saúde do DF e o acesso será por meio da regulação de internação hospitalar.

As complicações apresentadas na gravidez que podem levar a internação são a pré-eclâmpsia (pressão alta), síndromes hemorrágicas, além de outras doenças pré-existentes ou que se superpõem a gravidez, como cardiopatias, insuficiência cardíaca e cetoacidose diabética (falta de insulina).

A UTI Materna faz parte do Plano de Ação da Rede Cegonha do Distrito Federal, que estima a necessidade de 36 leitos de UTI para atender às gestantes de alto risco do Sistema Único de Saúde do Distrito Federal e municípios do Entorno. “Sabemos que ainda não é suficiente, mas é uma grande conquista. Estamos nos adequando ao perfil de hospital especializado – Materno-Infantil (HMIB)”, relata o chefe da unidade, Elton Luiz Berça.

Segundo a coordenadora da regional sul de saúde, Roselle Bugarin Stenhouwer, este é o melhor presente ao universo feminino do DF e Entorno. “Estamos Celebrando a conquista que garante o acesso, em leito de terapia intensiva especializado, às mulheres, criticamente enfermas”, completa Roselle.

Ana Luiza Greca