Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
10/09/13 às 14h51 - Atualizado em 30/10/18 às 15h06

Hospital de Base do DF comemora 53 anos

COMPARTILHAR

Palestra sobre envelhecer com saúde está em destaque

 

Nesta quinta-feira (12), o HBDF completa 53 anos e, para comemorar, foram realizados eventos que contaram com palestras e outras atividades, desde o dia 10. A série de festividades termina, nesta quinta, com um coquetel. Foram ministradas palestras sobre envelhecimento com saúde e de como transformar o ambiente de trabalho.

As palestras foram ministradas por profissionais da área de ginecologia, obstetrícia, recursos humanos e urologista.  Além disso, nesta quinta, será realizada uma sessão solene, coquetel e culto ecumênico para os convidados que incluem servidores da SES/DF, chefias, coordenadores e diretores.

“Esses 53 anos do Hospital de Base são a consolidação de grandes passos que vêm desde sua inauguração. E desde o início da atual gestão, muitas transformações, ampliações, reformas e melhorias vêm acontecendo. A nova proposta é o atendimento com qualidade e humanizado. Para isso, estamos passando por uma série de renovações e muito crescimento. Alegro-me muito por fazer parte desse contexto da saúde do Distrito Federal”, ressalta o diretor do HBDF, Julival Ribeiro.

O Hospital de Base conta, atualmente, com cerca de 3,5 mil funcionários, realiza dois mil atendimentos diários (emergência e ambulatório) e funciona como uma pequena cidade, por onde transitam, mensalmente, aproximadamente 350 mil pessoas.

Um dos maiores hospitais de Brasília, o HBDF vem recebendo, nos últimos dois anos e meio, várias ações e implementações vem acontecendo como criação da Unidade de Cirurgia Oncológica; Implantação do Centro de Trauma e do Centro Neurocardiovascular, além de melhorias como informatização da UTI, da Emergência e implantação do Sistema Track Care que foi reconhecido e procurado por países como o Chile, por exemplo. Além de inovações com Programas de Qualidade e Segurança e o SOS Emergência, feito junto com o Ministério da Saúde.

Além desses avanços, o Hospital passou a contar com consultorias com os hospitais de Excelência como: Hospital Alemão Oswaldo Cruz, Hospital Albert Einstein, dentre outros. É um dos principais Hospitais que atende os casos de câncer, em todos os seus processos, desde os diagnósticos, exames e quimioterapia, até as cirurgias. O Hospital também conta com os grupos de voluntários que ajudam os pacientes mais carentes como a Rede Feminina de Combate ao Câncer; o Movimento de Apoio ao paciente com Câncer, dentre outros.

“Entrei no Hospital de Base em 1994. Foi o segundo concurso que fiz. Sai de onde eu estava e vim para cá feliz da vida. Tenho orgulho de trabalhar aqui, amo o Hospital de Base. É bom trabalhar para ajudar o paciente, sempre disposto ao bom atendimento. Assim, procuro cumprir com a missão do Base”, destaca Conceição Maria Dias (40), servidora do hospital.

Programação

Dia 10/09 – 9h – Palestra “Conhecendo o Trabalho para Transformá-lo”,

Psicóloga Rosemary Domingues Wargas (secretária de Recursos Humanos do Tribunal Regional do Trabalho, 10ª região)

Dia 11/09 – 9h às 10h – Palestra “Homens e Mulheres envelhecendo com Saúde”:

Saúde da Mulher, com Lucila Nagata (médica gineco-obstetra, chefe da Unidade de Gineco-Obstetrícia do HMIB)

Saúde do Homem, com Guilherme Coaracy (Médico Urologista da Unidade de Urologia do HBDF/SES-DF)

Dia 12/09 – 9h – Sessão Solene, Culto Ecumênico e Coquetel.

História

O Hospital de Base foi criado em 1957 com a criação da Nova Capital, planejado organicamente como o “Plano Geral da Rede Médico-Hospitalar de Brasília”, o primeiro sistema de saúde da capital e se chamava Hospital Distrital de Brasília.

Em 1968, o então secretário de Saúde à época, Elizeu Sezana, constituiu uma comissão para elaborar o projeto. Em 1978, houve a transformação do Hospital Distrital para o Hospital de Base do Distrito Federal. Foi construído um dos primeiros prédios com o Serviço de Emergência e Pronto Socorro, a Unidade de Terapia Intensiva, o Centro Cirúrgico e novas áreas de internação e instalações tecnológicas. E com isso, implanta-se a proposta de hierarquização da atenção à saúde em vigor até hoje. As primeiras unidades foram: Clinica Médica; Clinica Cirúrgica (uma sala de cirurgia com três mesas cirúrgicas); Radiologia, Lavanderia e Cozinha.

Com o passar dos anos foram criadas mais unidades e diversas especialidades. O HBDF passa a atender patologias de alta complexidade (terciárias); os hospitais, agora regionais e não mais rurais, patologias de média complexidade (secundárias), e os centros de saúde, criados a partir dessa proposta, seriam responsáveis pela atenção primária.

Hoje são 37 especialidades que fazem parte do atendimento do Hospital de Base que atende  toda a população de Brasília, Entorno e estados circunvizinhos, para procedimentos de alta complexidade. Recebe anualmente egressos de cursos de medicina pleiteando vagas nos Programas de Residência Médica, bem como estudantes solicitando campo de estágio para internato médico. Atende, como campo de estágio, vários convênios da Secretaria de Saúde com Instituições de Ensino Superior e Médio, recebendo em suas dependências estudantes de cursos de enfermagem, nutrição, fisioterapia, odontologia.

Alessandra Franco