Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
4/10/17 às 17h07 - Atualizado em 30/10/18 às 15h18

Hospital do Guará realiza semana da Nutrição

COMPARTILHAR

Evento iniciado nesta quarta-feira (4) termina amanhã

BRASÍLIA (4/10/17) – Com o tema Envelheça com Qualidade, o Núcleo de Nutrição e Dietética (NND) promove, nesta quarta (4) e quinta-feira (5), a V Semana de Nutrição do Hospital Regional do Guará. O evento é aberto a pacientes, servidores e profissionais de saúde que poderão receber informações atualizadas sobre nutrição e o processo de envelhecimento. Serão realizadas seis palestras, a partir de 10h e às 15h, com temas que abordam a suplementação, atendimento ao idoso e problemas intestinais.

O tema definido pelo NND é pertinente. Levantamento mais recente do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) aponta que, até 2060, a população com 80 anos ou mais deve somar 19 milhões de pessoas. Os desafios são muitos como o de promover a valorização das pessoas dessa faixa etária, bem como garantir um envelhecimento com qualidade, pois a expectativa de vida só aumenta. No entanto, as doenças também têm acompanhado os mais velhos.


Rosemary Caldas, chefe do NND, destaca que é possível envelhecer com saúde e que boa parte desse trabalho e esforço é pessoal, começando pela boca. Na visão da profissional, é no envelhecimento que todo o resultado de uma vida aparece. Ressalta que hábitos saudáveis são determinantes para um envelhecimento saudável e consciente.

“Hoje, a indústria alimentícia tem muitos venenos. As facilidades que nos vendem tem um preço e a fatura sempre chega uma hora. Comidas com muito sódio e açúcar são um veneno e ao longo do tempo trazem a diabetes e a hipertensão, por exemplo. Ao mesmo tempo em que é possível termos opções inteligentes, baratas e saudáveis também. É preciso disciplina e força de vontade para mudar os hábitos alimentares”, afirmou Caldas.

De fato, pesquisas comprovam a fala de Caldas, pois revelam que as condições de saúde de um idoso dependem diretamente do estilo de vida adotado antes de chegar aos 60 anos. No entanto, as mudanças de hábito na alimentação e prática de exercícios regulares, podem mudar esse cenário e contribuem para retardar doenças próprias da idade.