Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
7/02/20 às 14h47 - Atualizado em 7/02/20 às 19h21

Hran inaugura fototerapia no Ambulatório de Dermatologia

COMPARTILHAR

Equipamento de última geração contribui para recuperação mais rápida de pacientes

 

O Hospital Regional da Asa Norte (Hran) inaugurou, nesta sexta-feira (7), dois equipamentos de fototerapia de última geração, utilizados no Ambulatório de Dermatologia para tratamento com lâmpadas ultravioletas. A unidade é a primeira da Secretaria de Saúde a oferecer esse tipo de atendimento à população do Distrito Federal.

 

A luz ultravioleta atua sobre doenças inflamatórias da pele. É uma opção terapêutica para várias dermatoses, como a psoríase, o vitiligo, o linfoma cutâneo de células T, dermatite atópica, entre outras. É recomendada por vários especialistas por ser um procedimento com resultados rápidos, nada invasivo e que pode ser usada junto com medicamentos.

 

A novidade foi recebida pelo governador em exercício, Paco Britto, junto ao secretário de Saúde, Osnei Okumoto, e o ministro do Tribunal de Contas da União (TCU), Raimundo Carreiro, que elogiaram o trabalho dos gestores e da equipe de saúde à frente do ambulatório.

 

“O Hran é excelência em várias especialidades no Brasil e a equipe que está aqui ama o que faz. Agradeço a todos vocês que prestam esse trabalho lindo à população, especialmente agora com esses equipamentos tão desejados pelos profissionais e pacientes”, disse Paco Britto para a equipe presente na inauguração.

 

No mesmo tom de agradecimento, o secretário de Saúde, Osnei Okumoto, reafirmou a excelência dos profissionais do Hran e o empenho da equipe do hospital nos atendimentos aos pacientes com problemas dermatológicos. “Fico emocionado com profissionais desse gabarito, e agradeço em nome da população pelo serviço que fazem aqui”, ressaltou.

 

OPORTUNIDADE – Alguns pacientes esperaram por anos a oportunidade de passar pela fototerapia na rede pública, como o pequeno Artur. Desde os três anos ele lida com o vitiligo. Assim que as máquinas chegaram no Hran, em novembro, ele foi um dos primeiros atendidos.

 

“Foi muito importante a vinda desses equipamentos para o Hran, porque era uma defasagem na rede pública. Com a fototerapia, o Artur teve uma reação muito boa e o resultado do tratamento está aparecendo mais rápido. Tanto é que as manchas na pele dele já estão desaparecendo”, conta o pai de Artur, Claudinei Felinto.

 

COMO FUNCIONA – Os pacientes utilizam a cabine e o painel com a luz ultravioleta. Ficam alguns minutos expostos a essas lâmpadas. A luz faz com que a doença tenha controle, pois auxilia a diminuir o processo de inflamação da pele. No ambulatório, o atendimento será oferecido duas vezes por semana, com um total de 30 atendimentos semanais.

 

Além disso, ao ser associado a outros medicamentos sistêmicos, alguns biológicos, o tratamento obtém o rápido controle das dermatoses com doses menores dos medicamentos. Ao mesmo tempo, atingem um resultado de melhora da pele mais rápido quando utilizada em associação.

 

“É um tipo de tratamento que pode ser oferecido a pacientes de várias faixas etárias. E com a fototerapia auxiliando, é possível dar doses menores dos medicamentos, o que é melhor para o organismo da pessoa e acaba tendo uma resposta mais rápida. É um tratamento reconhecido no mundo inteiro”, informou Eugênio Reis, médico dermatologista que integra a equipe do ambulatório do Hran.

 

REFERÊNCIA – O Hospital Regional da Asa Norte é referência em dermatologia na rede pública de saúde do DF. Atualmente, são 10 dermatologistas que fazem atendimentos diversos, com destaque para psoríase, acne e doenças infectocontagiosas, como a leishmaniose. São atendidos cerca de 500 pacientes, semanalmente.

 

Leandro Cipriano, da Agência Saúde
Fotos: Breno Esaki/Saúde-DF

 

Hran inaugura fototerapia no Ambulatório de Dermatologia