Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
31/01/13 às 17h22 - Atualizado em 30/10/18 às 14h57

HRPl tem o menor número de mortes 24h depois do atendimento

COMPARTILHAR

Central  acelera remoção de pacientes para outras unidades

O Hospital Regional de Planaltina (HRPl) é, atualmente, o hospital do Distrito Federal (DF) com menor número de óbitos 24 horas depois da entrada dos pacientes. Esta redução é resultado do trabalho desenvolvido pela Central de Remoção, que coordena o encaminhamento para outras unidades, dos pacientes que necessitam de atendimentos em especialidades não disponíveis no hospital.

A central, que funciona desde agosto de 2011, cuida da transferência do paciente para outro hospital da rede; da sua locomoção para realizar exames em outras unidades de saúde; da remoção para a realização de pareceres de especialidades que o HRPl não possui, além de organizar a entrada de pacientes no hospital.

Depois da implantação da central, o HRPl diminuiu em cerca 60% o número de óbitos nas primeiras 24 horas. No ano passado a central contabilizou a média mensal de 200 remoções, 38 pareceres e 40 exames em outras unidades.

A comunicação com as outras unidades na hora de remover o paciente, de acordo com o coordenador da regional de Saúde de Planaltina, Maurício Crispim, é muito importante para salvar vidas e garantir o atendimento necessário o mais rápido possível. Além de realizar essa comunicação, a central acompanha o transporte do paciente, dando a assistência necessária.

A regional de Planaltina constatou que estavam acontecendo muitos óbitos nas primeiras 24 horas em que o atendimento era realizado. “Não havia comunicação quanto ao estado do paciente nem quanto a sua transferência. A comunicação permite que a unidade se prepare para receber o paciente da melhor forma possível”, explica o coordenador regional de saúde.

Rafaela Marrocos