Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
16/01/20 às 14h45 - Atualizado em 16/01/20 às 14h45

Iges-DF conclui primeira fase para construção de sete novas UPAs

COMPARTILHAR

Envelopes de 13 empresas foram abertos em sessão pública no Hospital de Base

 

Em sessão pública realizada nesta semana no Hospital de Base, foram abertos envelopes com as propostas de 13 empresas participantes do ato convocatório para construção de sete novas Unidades de Pronto Atendimento (UPAs). Elas serão geridas pelo Instituto de Gestão Estratégica de Saúde do Distrito Federal (IGESDF) com recursos da Secretaria de Saúde.

 

Esta é a primeira etapa da construção das unidades no DF. Agora, os projetos apresentados serão analisados para verificação de conformidade com as exigências. Posteriormente, será feita a checagem dos documentos para, só então, ser feita a contratação.

 

“Estamos sendo muito criteriosos em todas as etapas para contratação e, assim, buscando as melhores ofertas entre os concorrentes. A transparência no processo e na gestão dos recursos é uma determinação do governador Ibaneis Rocha e uma marca que estamos imprimindo ao IGESDF”, afirmou o diretor-presidente do Iges-DF, Francisco Araújo.

 

Brazlândia, Ceilândia, Gama, Riacho Fundo II, Planaltina, Paranoá e Vicente Pires serão beneficiadas com a construção das novas estruturas que, somadas as já existentes, totalizarão 13 UPAs no DF.

 

Cada unidade terá a área construída de 1.029 metros quadrados. A estimativa inicial de preço das sete novas UPAs é de aproximadamente R$ 34 milhões. Contudo, valor final pode ser menor, a depender da proposta oferecida pela empresa vencedora ao fim do processo.

 

Da Agência Saúde, com informações do Iges-DF
Foto: Davidyson Damasceno/Iges-DF

Leia também...