Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
18/09/15 às 19h44 - Atualizado em 30/10/18 às 15h12

Lacen está preparado para realizar diagnóstico de suspeita do Vírus Zika

COMPARTILHAR

Resultado dos exames fica pronto em até cinco dias

BRASÍLIA (18/9/15) – O Laboratório Central de Saúde Pública do DF (Lacen) passa a realizar exame para diagnóstico do Vírus Zika. A técnica, já utilizada em outros laboratórios de referência do país, constata o resultado em até cinco dias úteis.

Representante da Gerência de Biologia Médica do Lacen participou de treinamento no Laboratório de Referência Nacional, Instituto Evandro Chagas, no Pará, para trazer ao DF a metodologia utilizada na realização do diagnóstico. O exame é realizado de acordo com a metodologia de PCR em Tempo Real, que detecta a presença de material genético de agentes infecciosos.

O chefe do Núcleo de Virologia do Lacen, Paulo Sousa Prado, destaca que esse diagnóstico é um grande passo para a saúde pública do DF. “Esse exame representa um grande avanço para o diagnóstico laboratorial da rede de saúde do DF, pois apenas alguns estados o estão realizando, tornando o Lacen/DF um dos primeiros laboratórios do país a realizar esse exame. Alem disso, o diagnóstico oportuno auxilia na identificação dos primeiros casos de zika vírus no DF, monitorando assim a introdução do vírus. O exame é feito em amostra de soro ou sangue total do paciente, coletado nas unidades de saúde do DF e encaminhadas ao Lacen”.

VÍRUS ZIKA – O DF ainda não teve notificação da doença, que é transmitida pelo mosquito Aedes aegypti, o mesmo que transmite a dengue e febre chikungunya. Os sinais de infecção são parecidos com os sintomas da dengue, e começam de três a 12 dias após a picada do mosquito.