Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
27/07/16 às 19h12 - Atualizado em 30/10/18 às 15h15

Licitação da alimentação na Saúde vai gerar economia de R$ 23 milhões/ano

COMPARTILHAR

Falta agora somente a análise do TCDF para a homologação das vencedoras. Três empresas dividirão os 13 lotes definidos

BRASÍLIA (27/7/16) – O novo modelo para fornecimento de alimentação nos hospitais e demais unidades da rede vai gerar uma economia estimada em R$ 23 milhões por ano. O pregão eletrônico que definiu as três empresas vencedoras, que dividirão os 13 lotes em que foi repartida a alimentação da saúde, foi concluído parcialmente, com o final da fase de recursos. Falta agora a análise final do Tribunal de Contas do Distrito Federal (TCDF). Feita essa análise haverá a adjudicação e homologação do resultado.

Na sequência, serão firmados os contratos. De acordo com o edital, cada empresa vencedora tem um prazo de 90 dias para fazer em cada unidade a substituição dos atuais fornecedores, equipando cozinhas e tomando as demais providências para a prestação do serviço.

Venceram a licitação as empresas Vogue Alimentação e Nutrição Ltda; Nutrindus Alimentos Ltda, e Cial Comércio e Indústria de Alimentos (empresa que já prestava o serviço no Hospital de Santa Maria). Após a análise do TCDF, com a adjudicação e homologação, essas empresas serão contratadas, para fornecer um total de até 847.130 refeições mensais, no caso de todas unidades da rede estarem ocupadas. Na prática, o pagamento se faz a partir das quantidades que são realmente fornecidas a cada mês, que pode ser menor.

Para a subsecretária de Administração Geral, Marúcia Miranda, o fato de o serviço ter sido dividido em lotes contribuiu para a economia anual de R$ 23 milhões. Antes, uma empresa apenas cuidava da alimentação em toda a rede, com exceção do Hospital de Santa Maria. “A divisão permitiu uma maior concorrência entre as empresas, permitindo essa substancial economia no custo estimado”, explica Marúcia.

LICITAÇÃO HISTÓRICA – Há 13 anos, não havia licitação na alimentação da Saúde de Brasília. Há oito anos, os contratos vinham sendo renovados de maneira emergencial. Participaram da licitação 18 empresas. Concluído o processo, cada uma das empresas fará com a Secretaria de Saúde um contrato de dois anos. A partir dos valores oferecidos no pregão, a estimativa é que nesse período de dois anos a economia estimada seja no total de R$ 46 milhões

Empresas vencedoras e os lotes de cada uma

Lote 1 – Vogue Alimentação e Nutrição Ltda.
Hospital Regional do Paranoá
Caps II Paranoá
Caps ad II Paranoá
Unidade Mista de São Sebastião
UPA de São Sebastião
Total de refeições por mês: 47.095

Lote 2 – Nutrindus Alimentos Ltda.
Hospital Regional de Planaltina
Caps II Planaltina
Total de refeições por mês: 34.904

Lote 3 – Vogue Alimentação e Nutrição Ltda.
Hospital Regional de Sobradinho
UPA Sobradinho
Caps ad II Sobradinho
Caps i II Sobradinho
Total de refeições por mês: 58.328

Lote 4 – Cial Comércio e Indústria de Alimentos
Hospital Regional de Samambaia
UPA Samambaia
Caps II Samambaia
Caps ad II Samambaia
Unidade de Acolhimento de Samambaia
Total de refeições por mês: 41.416

Lote 5 – Cial Comércio e Indústria de Alimentos
Hospital Regional do Gama
UPA Recanto das Emas
Caps i II Recanto das Emas
Total de refeições por mês: 89.072

Lote 6 – Nutrindus Alimentos Ltda.
Hospital Regional de Santa Maria
Caps ad II Santa Maria
Total de refeições por mês: 60.209

Lote 7 – Nutrindus Alimentos Ltda.
Hospital Regional de Brazlândia
Total de refeições por mês: 20.487

Lote 8 – Nutrindus Alimentos Ltda.
Hospital Regional de Taguatinga
Hospital São Vicente de Paula
Caps II Taguatinga
Caps ad III Taguatinga
Centro de Saúde de Taguatinga número 06
Instituto de Saúde Mental
Caps I – ISM
UPA Núcleo Bandeirante
Centro de Saúde número 02 – Núcleo Bandeirante
Total de refeições por mês: 122.163
Lote 9 – Vogue Alimentação e Nutrição Ltda.
Hospital Regional de Ceilândia
UPA Ceilândia
Caps ad III Ceilândia
Total de refeições por mês: 70.600

Lote 10 – Nutrindus Alimentos Ltda.
Hospital de Base do Distrito Federal
Adolescentro
Central de Regulação do Samu – SIA
Total de refeições por mês: 186.460

Lote 11 – Nutrindus Alimentos Ltda.
Hospital Regional da Asa Norte
COMPP/Caps i II Brasília
Caps ad i III Brasília
Centro de Saúde número 09 – Cruzeiro
Centro de Saúde número 12 – Asa Norte
Total de refeições por mês: 69.541

Lote 12 – Nutrindus Alimentos Ltda.
Hospital Materno Infantil de Brasília
Caps ad III – Candango
Hospital Regional do Guará
Caps ad II Guará
Centro de Saúde número 04 da Cidade Estrutural
Central de Regulação de UTI/SES
Total de refeições por mês: 65.370

Lote 13 – Nutrindus Alimentos Ltda.
Hospital de Apoio de Brasília
Total de refeições por mês: 8.846