Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
3/05/21 às 10h13 - Atualizado em 2/08/21 às 9h58

Manual de Gerenciamento Local da Atenção Primária à Saúde do Distrito Federal (Manual GSAP)

COMPARTILHAR

O objetivo é dar suporte à organização e à realização dos serviços ofertados na APS nas regiões de saúde, de forma complementar às ações que já vêm sendo realizadas.

 

 

A partir desta terça-feira (04), até o próximo dia 20 de maio, está aberta a consulta pública do Manual de Gerenciamento Local da Atenção Primária à Saúde do Distrito Federal (Manual GSAP), um instrumento inédito no Distrito Federal desenvolvido pela Gerência da Estratégia Saúde da Família – GESFAM/DESF/COAPS/SAIS da Secretaria de Estado de Saúde (SES).

O objetivo do documento é orientar os Gerentes de Serviços da Atenção Primária (GSAP) nos processos de trabalho relacionados à(s) Unidade(s) Básica(a) de Saúde (UBS) sob sua responsabilidade.

Ele foi construído em parceria com gestores das Regiões de Saúde do DF e com a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz Brasília/DF), por meio do Programa de Qualificação da Atenção Primária à Saúde – QualisAPS. Após etapas de discussão e validação junto à GESFAM, foram selecionados temas para a primeira versão do Manual, abordando eixos importantes para a gestão local da APS, como: Gestão da Atenção Primária à Saúde do Distrito Federal, Gestão de Pessoas, Gestão Administrativa, Gestão Participativa e Controle Social e Gestão do Processo de Trabalho.

O Manual GSAP é um documento discutido e construído a várias mãos, tendo como ponto de partida o Caderno de Gerentes da DIRAPS Norte. Ele foi objeto de discussão do I Fórum de Gestores dos Serviços da Atenção Primária (I Fórum GSAP), quando se firmou o compromisso de desenvolvimento de um manual que servisse a todas as regiões de saúde do DF. O intuito do Manual é fornecer, de forma acessível, informações para os GSAPs, especialmente quando estes assumem tal função, a qual tem demonstrado ser de grande complexidade, dada o acúmulo de saberes e funções necessárias para o exercício gerencial da APS, em seu diálogo com diferentes atores do território. A qualificação de gestores é fundamental para a prestação de serviços acessíveis e de qualidade na Atenção Primária à Saúde, e para a integração efetiva em redes de saúde e intersetoriais”, informa Raquel Cardoso, gerente da Estratégia Saúde da Família da SES/DF.

Segundo o diretor da Estratégia Saúde da Família, Ricardo Aguiar, “com a parceria firmada por meio do convênio do Qualis APS, o Manual GSAP será utilizado como recurso didático do Curso de Especialização para Gestores da APS. Além disso, estão previstas novas produções com a intenção de detalhar alguns temas abordados na 1ª versão, no sentido de dar mais -subsídios ao trabalho do GSAP. A implementação e aprimoramento do instrumento serão realizadas por meio de oficinas com as GSAP pela estratégia de apoio institucional”.

Para participar da consulta pública basta acessar o Link para contribuições até o dia 20 de maio de 2021. A Secretaria de Saúde reconhece a importância da participação ampliada na legitimidade das proposições estabelecidas e abriu a consulta pública visando o aperfeiçoamento do Manual GSAP.