Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
20/07/17 às 19h09 - Atualizado em 30/10/18 às 15h17

Novo equipamento do HUB ajudará a reduzir fila de radioterapia

COMPARTILHAR

Acelerador linear foi doado pelo Ministério da Saúde

BRASÍLIA (20/7/17) – O Hospital Universitário de Brasília (HUB) recebeu nesta quinta-feira (20) um novo acelerador linear doado pelo Ministério da Saúde. O aparelho é usado em exames de radioterapia. Embora o HUB seja um hospital federal, ligado à Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (EBSEHR), a entrega do novo acelerador linear ajudará a reduzir a fila de atendimento da rede pública, já que a Secretaria de Saúde tem um convênio para a utilização dos serviços do hospital universitário.

“O novo aparelho aumentará em 50% nossa capacidade de atendimento de radioterapia no Distrito Federal”, explicou o secretário de Saúde, Humberto Fonseca, durante a cerimônia de entrega do acelerador linear, da qual participou também o ministro da Saúde, Ricardo Barros. “Trata-se de um aparelho ultramoderno, que permitirá a realização de diversos exames”, acrescentou Humberto Fonseca.

Três carretas transportaram as peças do equipamento descarregado no final da manhã desta quinta no HUB. A previsão é que o novo acelerador linear comece a atender à população em até seis meses. Após a entrega, o aparelho agora será montado e testado. Além disso, o HUB fará a contratação e treinamento do pessoal especializado no manejo do aparelho, compra de insumos, autorização da Comissão Nacional de Energia Nuclear (CNEN) para o funcionamento – já que se trata de uma máquina que emite radiação. A obra de construção do bunker, espaço que abrigará o novo equipamento, está em fase de acabamento, faltando apenas os detalhes finais das instalações.

Atualmente, o HUB já conta com um acelerador linear, que tem capacidade de atender quatro pacientes por hora. O novo aparelho tem capacidade 25% maior, o que lhe permite atender cinco pacientes por hora. Com os dois aceleradores funcionando, somente o HUB poderá examinar até 135 pacientes por dia.

O equipamento entregue faz parte do Plano de Expansão dos Serviços de Radioterapia do Ministério da Saúde. É o quinto aparelho colocado em funcionamento pela atual gestão do Ministério no país, o primeiro em um hospital universitário. O contrato firmado pelo Ministério da Saúde prevê a instalação de 80 aparelhos em todo o país. E já há um estudo para ampliar o contrato, com a aquisição de outros 20 equipamentos.