Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
2/08/17 às 16h45 - Atualizado em 30/10/18 às 15h18

O traço do arquiteto na disputa pela logo do Base

COMPARTILHAR

Escolha será feita pelos servidores, em votação que começa na segunda (7)

BRASÍLIA (2/8/17) – Os traços finos e elegantes, feitos em nanquim, marcam para sempre a genialidade do arquiteto Oscar Niemeyer. São traços que se transformam em verdadeiros milagres de concreto. Peças que impressionam pela leveza, gigantes que muitas vezes parecem flutuar nos espaços de Brasília. A homenagem ao grande arquiteto que criou a cidade, juntamente com Lucio Costa, é uma das propostas de logomarca para o Instituto Hospital de Base.

Cada uma das três agências de publicidade que têm contrato com o Governo do Distrito Federal criou duas propostas de logo para o Base que, a partir da aprovação pela Câmara Legislativa da Lei nº 5.899/17, prepara-se para se tornar um Serviço Social Autônomo, o Instituto Hospital de Base. Não houve custo adicional para a criação das marcas, feitas dentro dos contratos já existentes com o governo.

Em mais uma demonstração da intenção da Secretaria de Saúde de ter os servidores do hospital como referência para cada decisão que for tomada nessa fase de transição, as seis marcas criadas serão submetidas a um processo de votação do qual participarão apenas os que trabalham no hospital. Eles é que escolherão o novo logotipo. A votação, em processo eletrônico, começará na próxima segunda-feira (7) e se estenderá por uma semana até a outra segunda-feira (14).

Até sexta-feira (5), publicaremos reportagem com cada uma das marcas em disputa. Nessa marca, os criadores inspiraram-se no traço de Niemeyer para homenagear o Hospital de Base. A fachada do hospital, desenhada de forma estilizada, ganha contornos semelhantes ao desenho do arquiteto, lembrando também uma ponte, celebrando a ideia da transição para um novo momento em que o Base seguirá o mesmo em termos da amplitude do seu atendimento como unidade de referência no tratamento de saúde do Distrito Federal, porém mais eficiente e ágil em seus processos de contratação e de aquisição de equipamentos e serviços.

“Uma nova marca. Que traga em seus traços um pouco da história e da ligação do Instituto com a sua cidade. Nosso ponto de partida. Dos traços de Niemeyer ao prédio do Hospital de Base. Uma releitura sobre a relação entre o traço e o concreto. O preto sobre o branco. A tinta sobre o papel. Nas linhas do arquiteto, temos a representação do nosso hospital e sua fachada. Presente na nossa paisagem, presente no nosso imaginário. Presente na vida da gente”, diz o texto dos criadores da marca.

Leia também:

Tesourinhas na disputa pela logo do Base
Servidores irão escolher em votação logo do Base
Do céu ao traço: Brasília se encontra nas logos do Base
Secretário de Saúde esclarece as dúvidas sobre o Hospital de Base