Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
7/05/18 às 14h03 - Atualizado em 30/10/18 às 15h19

Orquídeas chegam ao Hospital Regional de Taguatinga

COMPARTILHAR

O Hospital Regional de Taguatinga (HRT) recebe, nesta terça (8) e quarta-feira (9), o projeto “Saúde mais florida”, que leva às unidades públicas de saúde do DF orquídeas vendidas por um valor abaixo do mercado e, a cada duas comercializadas, uma é doada para o hospital.

 

O objetivo é melhorar os espaços de convivência e circulação, tornando o ambiente mais agradável.

 

“Nós temos algumas plantas no hospital, mas não temos flores ainda. Então, o projeto será muito bom para deixar a unidade mais humanizada, tirando a frieza da estrutura de um hospital”, afirma a coordenadora de voluntariado do HRT, Paulina Pires.

 

O projeto pertence à Gerência de Voluntariado da Secretaria de Saúde e foi iniciado em 2017, no Hospital de Apoio e no prédio da Administração Central. Neste ano, já passou pelos hospitais da Asa Norte (Hran), Materno Infantil (Hmib), Guará (HRGu), além do Instituto Saúde Mental (ISM) e Adolescentro.

 

Na próxima quinta-feira (10), o Hospital Regional de Samambaia (HrSam) também receberá o projeto.

 

CAPITAL DAS ORQUÍDEAS – O projeto é fruto de uma ação mais ampla, o “Brasília: capital das orquídeas”, idealizado pelo orquidófilo João Bosco. Há cerca de cinco anos, ele doou 150 orquídeas ao Hospital de Base, iniciando a parceria com a Secretaria de Saúde.

 

Seu objetivo é tornar a capital federal uma referência internacional nesse campo. O orquidófilo espera plantar cerca de 40 mil mudas de orquídeas em Brasília ainda em 2018. Nos próximos cinco anos, a meta é plantar 100 mil em todo o DF.

 

TEXTO: Alline Martins, da Agência Saúde