Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
20/01/17 às 10h52 - Atualizado em 30/10/18 às 15h16

Ouvidoria reduz prazo de resposta para Informação

COMPARTILHAR

Prazo será de até cinco dias úteis

BRASÍLIA (20/1/17) – A Secretaria de Saúde reduziu o prazo, de vinte para cinco dias úteis, para responder demandas da Ouvidoria sobre agendamento de exames, consultas e cirurgias. Com isso, os pacientes poderão ser informados com maior celeridade se houve a marcação ou se já existe previsão de quando o procedimento será realizado.

Para agilizar o atendimento – classificado como pedido de informação – o fluxo dos dados foi reorganizado. A apuração que era feita pela área fim (médicos e enfermeiros da assistência) passará a ser feita por áreas meio, entre elas, as Gerências de Registro, Documentação e Movimentação do Usuário de cada hospital.

“Com essa mudança, também esperamos liberar mais tempo da área assistencial para o atendimento efetivo ao usuário, já que profissionais como médicos e enfermeiros deixarão de responder esse tipo de demanda”, esclareceu a chefe da Ouvidoria Geral, Meire Machado.

Meire explicou, ainda, que as manifestações relacionadas a consultas, exames e cirurgias correspondem a aproximadamente 60% das manifestações totais recebidas.

“Essas demandas, que são a maioria, têm como característica principal a necessidade do fornecimento de dados que podem ser retirados diretamente do sistema de agendamentos”, disse, ao lembrar que o prazo de cinco dias úteis começa a contar após o paciente validar a sua identificação.

REGISTRO DE MANIFESTAÇÕES – Qualquer usuário, paciente do sistema público de saúde do DF, pode registrar suas manifestações na Ouvidoria da Saúde.

Os canais de atendimento são presenciais nos 16 hospitais da rede pública, na Casa de Parto de São Sebastião ou na Ouvidoria Central da Saúde, que fica no Edifício Sede da Secretaria de Saúde. A população também pode cadastrar demandas pela internet, no Portal da Saúde, ou por meio da Central 162. A ligação é gratuita.