Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
30/10/13 às 20h30 - Atualizado em 30/10/18 às 15h08

Pacientes com Doença Falciforme terão assistência integral no Hemocentro

COMPARTILHAR

A Portaria assinada nessa quarta-feira (30) pelo secretário de Saúde, Rafael Barbosa, foi o ponto alto do II workshop sobre Doença Falciforme, realizado na Fundação Hemocentro de Brasília (FHB), com a presença de pacientes, profissionais de saúde, professores e gestores.

O secretário de saúde, Rafael Barbosa, ressaltou a importância desta Portaria que dá competência à Fundação Hemocentro de Brasília, no âmbito da Secretaria de Estado de Saúde do DF, de coordenar e regular a atenção integral aos pacientes com Hemoglobinopatias Hereditárias.

“O Hemocentro, que já coordena a atenção aos pacientes portadores de coagulopatias hereditárias passa agora a ordenar ações voltadas para os pacientes com Doença Falciforme e passa definitivamente a ocupar um espaço na assistência. Com esta Portaria poderemos avançar na atenção integral à saúde destes pacientes, o que era uma dívida histórica com este segmento da população”, falou o secretário.

O diretor-executivo da FHB, José Antonio Vilaça, lembrou que seu primeiro paciente, em um ambulatório de Minas Gerais, tinha Doença Falciforme com crises frequentes e um histórico grande de transfusões. “Fiquei muito sensibilizado com o sofrimento deste rapaz e me tornei um defensor de uma política de atenção integral a estes pacientes. Trabalhamos para isso e hoje temos uma proposta de atendimento de rede que define um modelo de atenção e cuidado à saúde integral dos pacientes com Hemoglobinopatias Hereditárias. Só temos que comemorar e agradecer aos gestores, servidores e aos pacientes que estão sempre lutando por melhorias”, disse o diretor-executivo da FHB.

Vilaça agradeceu a dedicação de todos os profissionais de saúde que contribuíram com a elaboração da Portaria e a colaboração e parceria do Hospital da Criança que presta atendimento aos pacientes no Ambulatório de Hematologia Pediátrica.

O coordenador da Associação Brasiliense de Pessoas com Doença Falciforme (ABRADFAL), Elvis da Silva Magalhães, disse que o evento de hoje será um marco para os pacientes com doença falciforme. “Estar em uma mesa de abertura com a presença do secretário de saúde assinando uma portaria tão importante é muito gratificante. Estamos cada vez mais avançando, com o apoio dos nossos parceiros, médicos e gestores. Só temos o que comemorar”, falou Elvis.

Após a assinatura da portaria foram iniciadas as palestras educativas sobre a Política Nacional para Atenção Integral à Saúde das Pessoas com Doenças Falciforme, com destaque para as competências da rede de serviços da Secretaria de Saúde que tratam do atendimento desde o pré-natal até a vida adulta, tipos de atendimentos e da assistência farmacêutica.

Lena Nardelli