Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
3/05/16 às 18h10 - Atualizado em 30/10/18 às 15h14

Paranoá recebe ações contra o Aedes aegypti

COMPARTILHAR

Grupo formado por 260 pessoas percorrerá a região administrativa em busca de focos de proliferação de larvas e usará carros fumacês

BRASÍLIA (3/5/16) – As equipes da força-tarefa de combate ao Aedes aegypti fazem ação intensiva no Paranoá nesta quarta-feira (4). Cerca de 60 agentes de Vigilância Ambiental de Planaltina, de Sobradinho e de São Sebastião e 200 militares atuarão na região, onde foram registrados 286 casos desde janeiro. Das 8 às 16 horas, o grupo procurará focos de proliferação de larvas e usará carros fumacês — que aplicam inseticidas ou larvicidas contra o mosquito.

Desde segunda-feira (2), um grupo de 310 agentes — entre militares do Exército, do Corpo de Bombeiros e da Força Aérea Brasileira e servidores de Vigilância Ambiental da Secretaria de Saúde — faz vistorias contra o mosquito vetor da dengue, da febre chikungunya e do zika vírus nas localidades também em Planaltina, em Sobradinho e no Itapoã.

As atividades em Planaltina ocorrem desde a última semana de abril. De acordo com o informativo epidemiológico divulgado no dia 20, a região administrativa é a quarta com o maior número de confirmações da doença: 892. As três primeiras são Brazlândia (1.673), Ceilândia (1.154) e São Sebastião (955).

Em Sobradinho, foram registrados 280 casos e, no Itapoã, 381. Nas duas regiões administrativas, a força-tarefa seguirá com a inspeção de casas e a procura por focos de proliferação do inseto.