Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
11/06/14 às 21h31 - Atualizado em 30/10/18 às 15h11

PAV de Planaltina realiza ação de proteção à criança durante a copa

COMPARTILHAR

O objetivo de mobilizar, conscientizar e garantir os direitos

O Programa de Pesquisa, Assistência e Vigilância à Violência/PAV-Flor de Lis de Planaltina realizou, na útima terça-feira (10), uma abordagem na emergência do Hospital Regional de Planaltina (HRPl) a fim de conscientizar a população sobre os riscos para crianças e adolescentes nesse período de Copa. Foram distribuídos panfletos e cartilha com dicas para os pais ficarem atentos aos seus filhos lembrando os cuidados que devem ser observados.

A ação teve o objetivo de mobilizar, conscientizar e chamar a atenção para a realidade sobre o tema e mostrar também o que tem sido feito para garantir os direitos.

“Durante todo o período em que ocorrer a Copa do Mundo, o Brasil vai fervilhar de turistas, torcedores, festas e jogos. Nesse contexto, as crianças e os adolescentes merecem especial atenção. Grandes eventos são agravantes da vulnerabilidade, aumentam riscos como de trabalho infantil, violência sexual e tráfico de pessoas”, disse a assistente social Marcela Reis da Silva.

A enfermeira do PAV, Adriana Dornellas, lembrou que em casos de exploração sexual de crianças e adolescentes a população deve denunciar pelo disque 100. “Precisamos do apoio de todos nesta luta. Toda criança e adolescente tem o direito de desenvolver sua sexualidade de maneira segura e protegida, livre de abuso e exploração sexual”, explica.

Por isso, para proteger as crianças e evitar um aumento das violações de seus direitos, a assistente social cita medidas de proteção, como não aceitar balas, doces, dinheiro de pessoas desconhecidas; não aceitar carona, andar em lugares iluminados, ficar atento mesmo falando ao celular e não receber bebida de ninguém.

Tatiane Gomes, da Agência Saúde DF

Leia também...