Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
21/12/15 às 17h28 - Atualizado em 30/10/18 às 15h14

Plano de combate a doenças transmitidas pelo Aedes aegypti chega a Planaltina

COMPARTILHAR

Governador Rodrigo Rollemberg acompanhou início de ações para eliminar focos do vetor da dengue, da febre chikungunya e do zika vírus

BRASÍLIA (21/12/15) – Planaltina recebe a partir desta segunda-feira (21) atividades do Plano de Ação para o Enfrentamento das Doenças Transmitidas pelo Aedes aegypti. Mais de 4 mil casas da região administrativa serão visitadas em seis dias de trabalho — de hoje até 30 de dezembro, com pausa na quinta (24), devido ao feriado de Natal, e retorno no dia 28.

Para o governador de Brasília, Rodrigo Rollemberg, presente no início das ações, o inseto transmissor da dengue, da febre chikungunya e do zika vírus deve ser combatido diariamente e por todos os cidadãos. “Se cada pessoa dedicar parte do dia ou da semana para identificar focos de reprodução do mosquito em suas casas, nós vamos vencer este desafio”.

O secretário de Saúde, Fábio Gondim, disse que embora o número de casos da dengue neste ano (9.446 até a segunda semana de dezembro) tenha sido menor em relação a 2014 é necessário reduzi-lo ainda mais. Segundo ele, a população precisa entender que a dengue não é simplesmente uma gripe mais forte. “A doença mata e inviabiliza a pessoa para o trabalho”, alertou. Gondim destacou ainda os casos do zika vírus, que causa deformidade em bebês e requer mais cuidados por parte das mulheres grávidas.

A força-tarefa é composta por cem militares do Exército, 50 da Marinha, cem bombeiros militares, 20 agentes da Defesa Civil, 30 da Vigilância Ambiental de Planaltina, da Secretaria de Saúde, 18 servidores da Agência de Fiscalização do Distrito Federal (Agefis) e outros 16 do Serviço de Limpeza Urbana (SLU). As equipes vão orientar os moradores, inspecionar as residências e retirar o lixo das ruas.

Cuidado com plantas
A casa da funcionária pública federal Helena Alarcão, de 64 anos, foi a primeira a ser visitada hoje. Ela recebeu orientações sobre cuidados a serem tomados, principalmente, com plantas. “Tenho de evitar água parada nos pratinhos e colocar areia neles para impedir que isso aconteça”, contou a moradora.

Também estavam na operação o chefe da Casa Militar, coronel Cláudio Ribas; o comandante-geral do Corpo de Bombeiros Militar, coronel Hamilton Santos Esteves Junior; o subsecretário de Proteção e Defesa Civil do DF, da Secretaria da Segurança Pública e da Paz Social, coronel do Corpo de Bombeiros Militar Sérgio Bezerra; o comandante do Centro de Instrução e Adestramento de Brasília, do Comando do 7º Distrito Naval, Odair do Nascimento Junior; e o administrador regional de Planaltina, Vicente Salgueiro.

Sobradinho II
Na semana passada, a campanha de enfrentamento a doenças transmitidas pelo Aedes aegypti esteve em Sobradinho II. Segundo balanço da Secretaria de Saúde, agentes da Vigilância Ambiental e bombeiros militares visitaram 1,9 mil imóveis da região administrativa. O SLU recolheu 3,25 mil toneladas de lixo e materiais sem utilidade e a Companhia Urbanizadora da Nova Capital do Brasil (Novacap), 960 toneladas.

Leia também...