Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
17/06/19 às 13h48 - Atualizado em 17/06/19 às 13h52

Plano Distrital de Saúde 2020-2023 começa a ser debatido

COMPARTILHAR

Participação da sociedade é fundamental na elaboração das políticas para o setor

 

Teve início na manhã desta segunda-feira (17), o ciclo de audiências públicas para a elaboração do Plano Distrital de Saúde referente ao período de 2020-2023. Neste primeiro evento, foi apresentado o plano de trabalho para a realização dos debates, que terá sequência em outras audiências, ainda com datas a serem marcadas. O planejamento da pasta deve ser finalizado antes da aprovação do Plano Plurianual, que tem prazo até o dia 15 de setembro.

 

Para o secretário adjunto de Gestão, Sérgio Luiz da Costa, “este é um momento oportuno, importante, que faz parte do papel do Estado. Esperamos que, de fato, ele seja ascendente e se aproxime das especificidades e necessidades da sociedade. Ao mesmo tempo, temos a avaliação do Plano Plurianual do período anterior que, de certa forma, nos permite olharmos as ações que estavam em curso e que sinalizam a perspectiva do PPA que está sendo elaborado”.

 

O objetivo do Plano Distrital de Saúde é mapear o cenário da saúde pública no Distrito Federal visando à orientação das políticas públicas a serem desenvolvidas no âmbito do Sistema Único de Saúde. A sua elaboração tem como base as diretrizes da Conferência Nacional de Saúde e da Conferência Distrital de Saúde.

 

COMPROMETIMENTO – De acordo com o diretor de Controle Social da Controladoria Setorial de Saúde, Bruno Lago, “a participação da comunidade no planejamento, execução e prestação de contas do serviço de saúde pública, realizado no território do DF, é de fundamental importância ao bom desenvolvimento do serviço público na área da saúde. E a comunidade é indispensável nesse processo de construção”.

 

Entre os principais temas previstos para os futuros debates estão: a integração dos serviços de saúde; a coordenação com outros setores da sociedade civil; o fortalecimento da cobertura da Atenção Primária à saúde; o orçamento da seguridade social; a eficiência da gestão em saúde; as portas de entrada à rede de saúde do SUS, além de outros.

 

Também estiveram presentes à abertura do evento a subsecretária de Planejamento em Saúde, Márcia Blumm; a subsecretária de Fazenda e Planejamento, Joseilda Mello; a representante da Diretoria de Políticas Sociais da Codeplan, Francisca Lucena; além de deputados distritais e outras autoridades.

 

 

Josiane Canterle, da Agência Saúde

Fotos: Breno Esaki/Saúde-DF