Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
28/06/16 às 19h00 - Atualizado em 30/10/18 às 15h15

Saúde discute novo modelo para manutenção de equipamentos

COMPARTILHAR

Pasta recebeu visitas de empresas que atuam no ramo para apresentar os aparelhos da rede e, agora, fará chamamento para recolher propostas

BRASÍLIA (28/6/16) – A Secretaria de Saúde deu o primeiro passo para a mudança nos contratos de manutenção dos equipamentos da rede pública. Pela primeira vez as empresas interessadas na prestação do serviço foram convidadas a conhecer as máquinas e a estrutura da rede antes de apresentarem as propostas. Nove empresas atenderam à convocação publicada no Diário Oficial do DF.

Segundo o coordenador de Logística e Abastecimento da Subsecretaria de Infraestrutura da Saúde (Sulis), Thiago Mendonça, as visitas ocorreram de 4 a 17 de junho, em hospitais, Unidades de Pronto Atendimento (UPA) e centros de saúde de toda a rede. O próximo encontro, aonde serão apresentadas as propostas, deve ocorrer no início de julho, após a publicação do chamamento do Diário Oficial do Distrito Federal (DODF).

“Ainda estamos estudando qual seria o melhor modelo de prestação de serviço. A partir das propostas, vamos fazer uma análise para ter essa definição, mas a ideia é que tenha uma estrutura da empresa dentro de cada unidade hospitalar”, disse, ao informar que também será criada uma comissão específica para esse assunto.

EQUIPAMENTOS – O coordenador de Logística e Abastecimento informou que a Sulis está realizando o levantamento completo de todos os equipamentos na rede. Atualmente, a pasta possui cerca de 60 mil aparelhos patrimoniados, entre tomógrafos, aparelhos de raio x, autoclaves etc, mas a expectativa é que esse número possa ficar entre 80 a 90 mil.

“Também estamos fazendo o acompanhamento detalhado de todos os processos para agilizar as licitações de manutenção na rede”, afirmou, ao dizer que apenas 25% possui contrato de manutenção vigente”, finalizou Thiago Mendonça.