Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
18/06/19 às 15h50 - Atualizado em 19/06/19 às 9h19

Saúde, Defesa Civil e Corpo de Bombeiros fazem parceria para informar sobre dengue

COMPARTILHAR

Telefone 199 vai orientar população sobre melhor local para atendimento

 

A partir desta quarta-feira (19), a Secretaria de Saúde terá mais dois aliados no combate à dengue e no atendimento à população. Uma parceria firmada entre a Secretaria de Saúde, a Defesa Civil e o Corpo de Bombeiros permitirá que moradores do Distrito Federal obtenham informações e façam denúncias sobre o Aedes aegypti pelo telefone 199.

 

“Este número de contato é da Defesa Civil, que, agora, prestará um serviço complementar, atendendo à população que estiver com sintomas de dengue. Por este número, profissionais irão orientar qual unidade a pessoa deverá procurar, de acordo com seu quadro clínico. Também será possível, por este telefone, informar localidades onde há lixo e água acumulada”, explica o subsecretário de Atenção Integral a Saúde, Ricardo Ramos.

 

O atendimento ocorrerá nas 24 horas do dia e será feito por 15 bombeiros que foram cedidos para a Defesa Civil. “Nós repassamos a eles a lista de endereços e o funcionamento de nossas unidades, e promovemos um treinamento para esses profissionais”, frisa Ricardo Ramos.

 

Segundo o subsecretário da Defesa Civil, coronel Sérgio Bezerra, com a parceria, é provável que o número de atendimentos pelo 199 triplique. Mesmo assim, não será preciso, a princípio, aumentar a quantidade de profissionais.

 

“O serviço é apenas de informação sobre locais de atendimento assistencial. Se estendermos para ações preventivas, como entrada em residências que são focos do mosquito, utilizando, inclusive, o monopólio da força do Estado, em apoio à vigilância ambiental, aí sim é provável que necessite mais pessoas”, detalha.

 

O telefone 199 é da Defesa Civil e também faz atendimento a outros tipos de chamado em situações de desastres, como chuvas fortes, inundações e alagamentos.

 

 

Alline Martins, da Agência Saúde

Fotos: Divulgação/Saúde-DF