Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
3/12/14 às 19h23 - Atualizado em 30/10/18 às 15h11

Saúde inaugura CAPs 24 horas no SCS

COMPARTILHAR

Centro de Atenção Psicossocial atende usuários de drogas e álcool e espera-se que contribua para revitalizar a área

BRASÍLIA (03/12/14) – O Setor Comercial Sul passa a contar, a partir desta quarta-feira (03), com um Centro de Atenção Psicossocial. O CAPs Candango, que substitui o da Rodoviária. A unidade foi inaugurada na manhã de hoje pela secretária de Saúde, Marília Coelho Cunha. A estrutura é AD III, ou seja, presta atendimento a usuários de álcool e drogas e funciona 24 horas por dia.

Além de autoridades e servidores da unidade, a inauguração contou com a presença de usuários atendidos pelo centro, que estava funcionando de maneira provisória na 714 Norte, além de representantes do comércio do SCS.

“Aqui nós vamos construir um grande trabalho e trazer para a população um projeto importante, que é o de recuperação de pessoas dependentes de álcool e drogas da região”, ressaltou a secretária, que tem um vínculo especial com a saúde mental, já que seu primeiro emprego foi num hospital dessa especialidade.

A gestora aproveitou para agradecer aos presentes e parabenizar os usuários, por terem procurado os serviços para se tratarem. Os trabalhadores também foram parabenizados. “É uma honra estar aqui com esses servidores, que ajudam as pessoas a se recuperarem e passarem a ter uma vida saudável, uma vida nova”.

Para a secretária Adjunta, Cristiane de Aguiar, os progressos em saúde mental, como a inauguração do CAPs são um processo silencioso, porque quase ninguém quer falar sobre esse tema.

“Quem tem problema na família que esconder, não reconhece esses avanços, porque expõem a realidade, porque quase todas as famílias têm um problema relacionado a álcool e drogas. A gente tem que festejar cada vitória do SUS.”

Todos os gestores presentes e representantes dos comerciantes eram unânimes em destacar a importância da localização do CAPs Candango. “A gente veio para cá para fazer a diferença para melhor nessa área”, prometeu a gerente do centro, Maria Garrido.

“A gente estabelece um marco na reestruturação da saúde mental e em relação ao próprio Setor Comercial Sul. A gente se aproxima dos usuários que estão em situação de rua, que dificilmente vão aos serviços”, frisou o diretor de Saúde Mental, Augusto César de Farias.

O usuário Ramiro de Albuquerque Vieira fez questão de comparecer à inauguração com um grupo de pacientes, para agradecer ao trabalho dos profissionais do centro. “Sou mais um ex dependente químico. Não tenho vergonha de dizer o que eu era e o que sou agora. Somos mais que vencedores, porque estamos nos libertando das drogas”.

Representando os comerciantes, Udiléston Pinho Lopes, que tem um restaurante no Setor Comercial há 39 anos, acredita que a decisão de dar prioridade ao CAPs na área foi acertada. “O pontapé inicial foi dado. A revitalização do Setor Comercial já é uma coisa verdadeira, devido à magnitude da obra [do CAPs]”.

Estrutura

As instalações do CAPs Candango funcionam numa área de aproximadamente 1.300 metros quadrados. Fazem parte da estrutura sete consultórios, sala de acolhimento, sala de convivência, refeitório, duas salas para atividades em grupo, sala de reunião, enfermaria com 12 leitos, banheiros adaptados para pessoas com necessidades especiais e elevador.

Os usuários vão contar com o atendimento de uma equipe de 86 diferentes profissionais de saúde, entre psiquiatras, clínico geral, enfermeiros, técnicos de enfermagem, psicólogos, terapeutas ocupacionais, farmacêuticos e assistentes sociais. Com os profissionais de apoio e administrativos, a unidade ultrapassa os cem trabalhadores.

O Caps atende as áreas do Plano Piloto, Lago Sul e Norte, Varjão, São Sebastião, Vila Planalto, Vila Telebrasília, Setor de Abastecimento Norte (SAAN), Setor de Indústria e Abastecimento (SIA), Noroeste, Cruzeiro, Octogonal e Sudoeste.

O Distrito Federal possui uma rede de 17 CAPs, nove deles de atendimento a usuários de álcool e drogas. Desses nove, cinco funcionam 24 horas, mas a tendência é que todos passem a funcionar nesse período. A média nacional de CAPs que atendem dependentes químicos é de 0,17 por 100 mil habitantes. No DF, a média é mais que o dobro, de 0,39.

Localização

O Centro de Atenção Psicossocial AD III Candango funciona no Setor Comercial Sul, quadra 5, bloco B, loja 7. O contato é 3226-4631.