Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
18/02/14 às 16h40 - Atualizado em 30/10/18 às 15h10

Saúde lança programa de prevenção à refraturas em idosos

COMPARTILHAR

Serviço será oferecido no Hospital Regional do Paranoá

Brasília passa a ser a segunda unidade federativa especializada no tratamento de prevenção de fratura em idosos. E a unidade escolhida para contar com o novo serviço foi o Hospital Regional do Paranoá (HRPa), referência em tratamentos ortopédicos. A instalação do aparelho de densitometria óssea será inaugurada no ambulatório, nesta terça-feira (18). Atualmente, somente o estado do Rio de Janeiro possui esse equipamento.

Esse é o exame mais moderno para o diagnóstico e tratamento da osteoporose e de outras possíveis doenças que possam atingir os ossos. Hoje, a densitometria óssea tornou-se o único método para um diagnóstico seguro da avaliação do grau da osteoporose, capaz de indicar a probabilidade de fraturas e auxiliar no tratamento médico.

A estratégia de prevenção de refratura é uma iniciativa altamente eficaz comprovada por inúmeros trabalhos científicos. Essas iniciativas fazem parte da linha de cuidado do idoso, por meio do Programa de Atenção Integral à Saúde do Idoso, desenvolvido pela Coordenação de Saúde do Idoso da Secretaria de Saúde do DF.

“Com a densitometria, o programa de prevenção de refratura e o acompanhamento pela geriatria e Atenção Primária, completamos a linha de cuidado desta importante causa de morbimortalidade do idoso, podendo certamente proporcionar a essa população mais vida com qualidade”, afirma o coordenador-geral de Saúde do Paranoá, Rommel Costa.

Atendimento diferenciado
Atualmente, o HRPa conta com um médico clínico geriatra para acompanhar o idoso no período da internação, o que evita que apresente piora do quadro até a cirurgia, e também após. Em muitos hospitais particulares é raro haver este tipo de atendimento.

Em 2013, foram realizadas 211 cirurgias de trauma de coluna vertebral, procedimento de alta complexidade e custo, além da gravidade e possibilidade de sequelas incapacitantes, principalmente, quando se leva bastante tempo para operar o paciente que sofreu esse tipo de fratura.

Além disso, outra referência da regional é a cirurgia de mão, uma especialidade de alta complexidade que conta com vários profissionais qualificados.