Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
17/10/13 às 21h29 - Atualizado em 30/10/18 às 15h08

Moradores de Ceilândia recebem orientação sobre Sífilis

COMPARTILHAR

Serão oferecidos serviços de testagens rápidas

No próximo sábado (19), das 8h às 17h, a Secretaria de Saúde do Distrito Federal (SES/DF), por meio médicos, enfermeiros, técnicos e agentes comunitários, realizará uma mobilização para lembrar o Dia Nacional de Combate à Sífilis e o Dia “D” do Outubro Rosa no do Centro de Saúde nº 8 de Ceilândia – EQNP 13/17 Área Especial A,B,C,D, P Norte.

A ideia da mobilização é levar informações, orientações e exames para detecção precoce da sífilis, do HIV, do câncer de mama e do colo uterino.

De acordo com a gerente do CSC 8, Maria de Lurdes Avelino, a unidade promoverá uma ação educativa. “O mês de outubro, além de ter o dia 19 como Dia Nacional de Combate à Sífilis, foi escolhido para ser o “Outubro Rosa”, mês em que são empenhados esforços para a promoção da saúde”, afirmou.

Durante as atividades estão programadas teste rápido de HIV e sífilis, orientação para autoexame das mamas e coleta de material citopatológico (agendado), além de palestras sobre Doenças Sexualmente Transmissíveis, Planejamento Familiar, Pré Natal, Climatério (menopausa) e Prevenção do Câncer de Colo Uterino e de Mama.

Atendimento

O CSC 8 tem hoje a segunda maior área de abrangência da Regional de Ceilândia.

De acordo com a gerente, a unidade atende as quadras ímpares do Setor “P Norte”, que também é responsável por seis equipes de Estratégia Saúde da Família (ESF) que atendem no Setor Habitacional Sol Nascente (SHSN).

Dados estatísticos

De acordo com o Boletim Epidemiológico da Secretaria de Saúde, de 2007 a abril de 2013, foram notificados 2.781 casos de sífilis no Distrito Federal. O número de homens infectados em 2011 foram 310 e 163 mulheres. Em 2012 as estatísticas apresentaram 383 homens e 143 mulheres com casos de sífilis adquirida.

Júlio Duarte