Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
11/06/21 às 19h50 - Atualizado em 11/06/21 às 20h00

Saúde orienta funcionários de hotéis sobre medidas para prevenção a doenças transmissíveis

COMPARTILHAR

Ação ocorreu nos estabelecimentos que irão hospedar seleções que participarão da Copa América

 

ADRIANA SILVA, DA AGÊNCIA SAÚDE-DF

 

Cinco hotéis da capital federal que irão hospedar as delegações que participarão de jogos da Copa América no Distrito Federal, receberam a visita técnica de profissionais das vigilâncias Epidemiológica e da Saúde do Trabalhador. Os profissionais da Secretaria de Saúde orientaram os funcionários desses estabelecimentos sobre a prevenção das doenças transmissíveis, com ênfase para a covid-19.

 

Servidores da Saúde orientaram os trabalhadores dos hotéis sobre as normas sanitárias – Foto: Breno Esaki/Agência Saúde-DF

Os trabalhadores desses hotéis deverão ser cadastrados numa lista a ser enviada à Vigilância Epidemiológica para que ocorra um monitoramento por um período de 14 dias posteriores à data final do evento.

 

O objetivo da visita técnica é orientar os profissionais que atuam nos hotéis sobre os cuidados e prevenção ao coronavírus e outras doenças transmitidas por vírus e bactérias tanto para os hóspedes, como para os funcionários que prestarão os serviços durante esse período. O intuito da ação é monitorar todos esses trabalhadores para prevenir quaisquer infecções, além de manter o DF sob constante vigilância.

 

Folders com orientações foram distribuídos – Foto: Breno Esaki/Agência Saúde-DF

Durante a visita técnica, a farmacêutica e subgerente da Gerência Epidemiológica de Campo, Rosângela Ribeiro, orientou sobre os cadastros e esclareceu eventuais dúvidas. Também foram distribuídos folders com informações sobre as doenças viróticas e bacterianas, com os telefones de contato do Centro de Informações Estratégicas e Respostas em Vigilância em Saúde (Cievs), além da distribuição de preservativos masculinos e femininos.

 

“O papel da equipe da Vigilância Epidemiológica é monitorar e dar respostas oportunas às situações de risco e de emergência de saúde pública, no intuito de mitigar, eliminar ou controlar risco à saúde da coletividade”, explica.

 

Preservativos masculinos e femininos foram distribuídos nos cinco hotéis – Foto: Breno Esaki/Agência Saúde-DF

O ponto focal para o monitoramento e a consolidação das informações relacionadas às doenças ou agravos de notificação compulsória durante a Copa é o Cievs, que funciona 24 horas por dia e sete dias por semana.