Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
8/04/14 às 20h59 - Atualizado em 30/10/18 às 15h10

Saúde orienta quanto aos cuidados com a dentição do Bebê

COMPARTILHAR

Saúde orienta quanto aos primeiros cuidados com a dentição do Bebê

Os primeiros dentinhos do bebê começam a surgir por volta de quatro a dez meses e terminam aos dois anos, quando o bebê possui 20 dentes. Mas os cuidados com a saúde bucal inicia nos primeiros dias de vida, com o intuito de garantir dentes saudáveis e sem cárie no futuro. A Secretaria de Saúde (SES/DF) oferece essas e outras orientações e ações para as mães acompanhadas na nas Unidades de Saúde da rede e população em geral.

Segundo o coordenador de odontologia da regional de Planaltina, Luiz Eugênio da Silva Correia, a primeira consulta odontológica do bebê deve ser nos primeiros meses. “É nessa ocasião que o dentista avalia as estruturas internas da boca da criança e identifica possíveis fatores de risco”, disse.

As orientações dos dentistas envolvem os cuidados com a higiene, passando pela importância do aleitamento materno para o fortalecimento muscular da face do bebê. Também são abordados o processo de respiração correto (nasal), à introdução dos primeiros alimentos, utilização da escova de dente, quantidade de creme dental ideal, além de alertar sobre maus hábitos como o uso da chupeta e sucção do dedo.

Luiz Eugenio explica ainda a importância da inclusão de alimentos sólidos com o surgimento dos primeiros dentinhos. “O exercício de morder vai estimulando o crescimento do osso e a criação dos espaços corretos para vinda dos dentes”, explica.

O dentista faz outro alerta para o excesso do açúcar e ressalta algumas questões de higiene. “O ideal é que os pais evitem doces e balas. Além disso, não devem provar e assoprar comida na colher e beijar a criança na boca, pois a cárie é transmissível”, disse.

De acordo com Luiz, a recomendação é que antes de nascerem os dentes, as mães realizem massagens com uma gaze úmida na gengiva do bebê após a última mamada do dia. “É preciso evitar o aparecimento de cáries, por isso quando os dentes começam a nascer, o ideal é trocar a gaze por uma escova para bebês e utilizar pasta sem flúor com o acompanhamento de um adulto para não engolir”, explicou.

De acordo com a coordenação de odontologia, a quantidade de creme dentel para um bebê é o equivalente a um grão de arroz, pois é o suficiente para fazer uma boa higienização.

Cárie

A mancha dentária, mesmo que aparentemente inofensiva, pode ser uma cárie. A aplicação de flúor quase sempre resolve os casos diagnosticados precocemente.

Outra preocupação em muitos casos é o uso do antibiótico tetraciclina e o fato da criança engolir creme dental, pois corre o risco dos outros dentes nascerem com fluorose, manchas em geral esbranquiçadas e de forma simétrica que aparecem nos dentes por excesso de flúor. Situações como essas podem acometer em crianças de 0 a 12 anos.

Cada bebê tem uma reação diferente para a primeira dentição, por isso é recomendado procurar a recomendação pediátrica.

Para mais informações procure a unidade de saúde mais próxima de sua casa e se informe.

Por Tatiane Gomes, da Agência Saúde DF