Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
6/12/17 às 17h43 - Atualizado em 30/10/18 às 15h18

Saúde promove seminários sobre combate ao Aedes aegypti

COMPARTILHAR

Eventos são voltados às lideranças comunitárias e religiosas

BRASÍLIA (6/12/2017) – A Gerência de Áreas Programáticas (GAP) da Diretoria de Atenção Primária a Saúde da Região Oeste promove nesta quinta (7), em Brazlândia, e sexta-feira (8), em Ceilândia, o “Seminário de Combate ao Vetor Aedes aegypti”. No primeiro dia será realizado no auditório do Hospital Regional de Brazlândia (HRBz) e no segundo dia no auditório de pediatria do Hospital Regional de Ceilândia (HRC). Ambos serão de 9h às 11h.

Os seminários serão voltados às lideranças comunitárias e religiosas das regiões administrativas, com o objetivo de torná-los multiplicadores de informações sobre o combate ao mosquito Aedes, transmissor de doenças como dengue, Zika e Chikungunya. A expectativa é levar cerca de 30 pessoas para o evento em Brazlândia e 40 pessoas em Ceilândia.

Segundo o gerente de Áreas Programáticas, Paulo Ricardo Cardoso, cada um dos participantes representa entre 200 a mil pessoas. “Queremos atrair pessoas que são formadoras de opinião e que podem multiplicar as informações sobre a dengue para a sociedade. Trazendo desde prefeitos de quadra a pastores, podemos fazer com que as informações cheguem a várias pessoas”, explicou.

As inscrições são gratuitas e podem ser feitas pelo site do evento. 

ESTATÍSTICAS – De janeiro a novembro deste ano, foram registrados 4.026 casos prováveis de dengue no Distrito Federal, segundo o Informativo Epidemiológico nº 44 divulgado pela Secretaria de Saúde. 

Ceilândia é a segunda região administrativa com o maior número de casos prováveis. Foram 505 registros. Em primeiro lugar está Planaltina, com 514 casos.